Acaba hoje prazo para garantir fatia de R$ 2,4 bi em dividendos do Banco do Brasil

A instituição financeira vai pagar R$ 0,62 em JCP e R$ 0,22 em dividendo

Equipe InfoMoney

Banco do Brasil

Publicidade

Investidores têm até o final desta quarta-feira (21) para garantir um pedacinho do bolo de US$ 2,4 bilhões em proventos que o Banco do Brasil (BBAS3) vai pagar no último dia deste mês.

A instituição financeira vai depositar em 29 de fevereiro um total de R$ 1,75 bilhão em juros sobre capital (JCP) complementar, ou R$ 0,62 por ação, além de R$ 630,2 milhões em dividendos, ou R$ 0,22 por ação, para quem comprar papéis até hoje.

Os valores são referentes ao quarto trimestre de 2023.

Aula Gratuita

Os Princípios da Riqueza

Thiago Godoy, o Papai Financeiro, desvenda os segredos dos maiores investidores do mundo nesta aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Conforme a legislação, o JCP sofre incidência de tributação à alíquota de 15% do Imposto de Renda (IR). Os dividendos, por outro lado, são isentos de IR.

A partir da quinta-feira (22), as ações do Banco do Brasil serão negociadas “ex-dividendo” – ou seja, sem direito aos proventos.

De acordo com o banco, o crédito será depositado via conta corrente, poupança-ouro ou por caixa. No caso dos acionistas da B3, a bolsa de valores receberá o montante e fará a distribuição por meio dos agentes de custódia.

Continua depois da publicidade

Nesta quarta também é a “data com” – data limite para ter direito aos valores – do Itaú Unibanco (ITUB3 e ITUB4). A empresa vai pagar R$ 1,125 em dividendo no dia 8 de março para quem investir em papéis até hoje.

Confira o calendário completo de “data com” de fevereiro do InfoMoney.