Data com: fevereiro é mês para garantir proventos de Itaú, BB Seguridade e mais; veja calendário

Maior pagamento do mês será de R$ 0,20 por ação

Lucas Gabriel Marins

Publicidade

Em fevereiro, 11 empresas têm “data com” (data de corte) programadas para distribuição futura de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) para os investidores.

O calendário começa no dia 6, a data limite para garantir um pedaço dos R$ 20 milhões em proventos da Unifique Telecomunicações (FIQE3), o equivalente a R$ 0,056 por ação em forma de JCP, previstos para serem depositados no dia 16.

Na sequência, em 8 fevereiro, é a data de corte para garantir cerca de R$ 2,5 bilhões em proventos da BB Seguridade (BBSE3). Os dividendos, referentes ao segundo semestre de 2023, serão distribuídos em 22 de fevereiro.

Oferta Exclusiva

CDB 150% do CDI

Invista no CDB 150% do CDI da XP e ganhe um presente exclusivo do InfoMoney

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Em março, o grupo imobiliário JHSF (JHSF3) vai depositar a 3ª parcela de um total de R$ 250 milhões em dividendos, o equivalente R$ 0,030 por ação ordinária, mas só para os investidores que comprarem seus papéis até o dia 29 de fevereiro.

O último dia deste mês também é a data de corte para abocanhar uma fatia dos proventos do Itaú Unibanco. A instituição financeira vai distribuir R$ 0,017 por ação ordinária (ITUB3) e o mesmo valor por papel preferencial (ITUB4), em forma de JCP.

“Data com” é a data limite que o investidor precisa ter determinado papel na carteira para ter direito à distribuição de dividendos ou JCP. A partir da “data-ex” (no dia útil seguinte), quem comprar os títulos não faz mais jus ao pagamento.

Continua depois da publicidade

Dividendos, é importante frisar, não sofrem tributação do Imposto de Renda. Já no JCP, o valor bruto pago pelas empresas sofre desconto de uma alíquota de 15%.

Lembre-se: um erro comum que deve ser evitado é comprar uma ação na “data com” para receber os dividendos e vendê-la na “data ex” (dia útil seguinte), acreditando estar ganhando os dividendos de graça – na verdade, sairá no zero a zero, pois o ganho no provento será compensado pela perda de valor do papel.

Terça-feira (06)

Unifique Telecomunicações (FIQE3)

Quinta-feira (08)

BB Seguridade (BBSE3)

WLM Indústria e Comércio (WLMM3; WLMM4)

Quinta-feira (15)

Klabin (KLBN3;KLBN4;KLBN11)

Quarta-feira (21)

Itaú Unibanco (ITUB3 e ITUB4)

Quinta-feira (22)

Hypera (HYPE3)

Itaúsa (ITSA4)

Sexta-feira (23)

WEG (WEGE3)

3tentos (TTEN3)

 Iguatemi (IGTI11)

Quinta-feira (29)

Itaú Unibanco (ITUB3 e ITUB4)

JHSF (JHSF3)

Banco do Brasil (BBAS3)

Lucas Gabriel Marins

Jornalista colaborador do InfoMoney