Podcast Outliers

À frente da Giant Steps, irmãos Terni querem ser a Starbucks do mercado de fundos de investimento

Flavio e Rodrigo Terni participam do 14º episódio do podcast Outliers e desmistificam a estratégia de investimento quantitativa, executada via algoritmos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Irmãos com perfil empreendedor, engenheiros de formação, mas sempre com o foco no mercado financeiro, Flavio e Rodrigo Terni estão entre os nomes à frente da gestora Giant Steps, especializada em estratégia quantitativa.

Fundos quantitativos tomam as decisões de compra e venda dos ativos baseados em complexos modelos matemáticos. As informações podem ser processadas em maior volume com base em algoritmos, que conseguem identificar padrões de alta ou baixa e assim definir o ativo que deve ser comprado ou vendido e o peso de cada um deles na carteira.

Esse tipo de estratégia tem sido cada vez mais disseminada entre gestores, e os irmãos Terni acreditam que, em breve, nem fará mais sentido a distinção com o nome quanti.

“Essa é uma palavra criada para facilitar o entendimento das pessoas de que o mercado já mudou radicalmente, que todo mundo vai ter que usar tecnologia na hora de fazer gestão”, defende Rodrigo. “Minha previsão é que essa palavra vai deixar de existir, porque todo mundo vai ser quantitativo.”

Flavio argumenta que a ferramenta ajuda o mercado a navegar em um ambiente muito mais complexo, com quantidade e velocidade bem maiores de dados para analisar e processar, em busca da melhor tomada de decisão.

“A gente brinca que o quantitativo é o novo smartphone. Ninguém pergunta mais se o seu celular é smartphone ou não”, diz, em referência à disseminação quanti nos modelos também de gestores de fundos discricionários tradicionais.

Leia também:
Kapitalo, Mauá, Garde e AF Invest apostam em fundos quantitativos, em cenário de juros baixos e alta volatilidade

Os irmãos Terni são os entrevistados do 14º episódio do podcast Outliers, apresentado por Samuel Ponsoni, analista de fundos da XP.

Até 2019 conhecida como Visia Investimentos, a Giant Steps tem cerca de R$ 5 bilhões sob gestão e uma equipe com aproximadamente 40 pessoas, tendo também entre os sócios fundadores Christian Iveson e Jorge Laranjeira.

Enquanto Flavio e Rodrigo são responsáveis por conduzir as operações da gestora, assumindo o marketing, a área comercial, a gestão de pessoas e o financeiro, Iveson e Laranjeira são os responsáveis pelos trabalhos de gestão e pesquisa.

Na conversa para o mais recente episódio do podcast, os executivos indicaram que a busca pela sistematização não é exclusiva do mundo dos investimentos. Como exemplo, Rodrigo mencionou a sistematização de experiências, caso emblemático da rede americana Starbucks, uma inspiração para a Giant Steps.

“Você pode tomar o mesmo café, com a mesma experiência, em qualquer lugar do mundo. A nossa tomada de decisão é muito mais baseada nessa automatização, porque acreditamos que é uma forma de escalar a empresa. Como gestores, queremos ser a Starbucks, servir o mundo inteiro com os nossos fundos”, afirma.

Fundos quanti na prática

Apesar do uso intensivo dos modelos matemáticos na execução da gestão, fundos quantis também têm partes do processo discricionário, como nas definições de limites e alocação de risco e na tomada de decisão de saída de um investimento.

“Há seres humanos como em qualquer gestora, mas nos baseamos em tecnologia como ferramenta para melhorar a tomada de decisão”, explica Flavio.

A Giant Steps tem basicamente três famílias de produtos. A primeira é composta pela estratégia do Zarathustra (fundo mais antigo da casa) e do Darius (uma cópia do primeiro, mas com dois terços do risco).

Nesse caso, o foco está em explorar momentos irracionais de mercado, seja de euforia ou de pânico, com um resultado descorrelacionado do resto da indústria para o investidor.

O Zarathrusta tem 30 estratégias, cada uma explorando um tipo de ineficiência diferente no mundo inteiro. Hoje, 40% do portfólio é exposto a países fora do Brasil.

Já a estratégia do Sigma e do Axis (réplica do primeiro, mas com metade do risco) é desenhada para mitigar os efeitos das reações emocionais dos investidores e lucrar em momentos de racionalidade.

Por fim, a Giant Steps tem ainda uma alternativa de previdência, que reúne as estratégias do Zarathrusta e do Sigma e é naturalmente voltada ao longo prazo.

Para conhecer melhor a gestora, entender suas operações e as recomendações dos irmãos Terni para analisar fundos quantitativos, confira o mais novo episódio do Outliers.

É possível conferir o episódio completo e os anteriores do por SpotifyDeezerSpreakerApple e demais agregadores de podcast.

Quer aprender a fazer trades rápidos? Analista disponibiliza treinamento gratuito de scalping por tempo limitado – clique aqui para participar!