Nova aposta

Santander compra fintech Ebury por 400 milhões de euros

O novo negócio do grupo foca na internacionalização das operações de pequenas e médias empresas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Santander anunciou nesta quarta-feira (29) a efetivação aquisição de 50,1% das ações da Ebury, plataforma internacional de pagamentos, câmbio e gestão de fluxo de caixa.

A transação foi anunciada em novembro do ano passada e confirmada hoje após o grupo espanhol receber as aprovações das autoridades regulatórias.

O investimento na operação foi de 350 milhões de libras esterlinas (cerca de 400 milhões de euros) e intensifica a estratégia digital do banco de oferecer às pequenas e médias empresas (PMEs) as ferramentas necessárias para sua expansão internacional, por meio de serviços globais de trade finance.

Aprenda a investir na bolsa

Com sede no Reino Unido, a Ebury opera em 17 países, com 140 diferentes moedas e presta serviço a cerca de 43 mil clientes. A entrada do Santander nas operações projeta uma possível ampliação dos negócios para mercados na América Latina e na Ásia já que acordo dá à fintech o acesso à rede internacional do Santander.

A instituição apoia mais de quatro milhões de PMEs em todo o mundo, das quais mais de 200 mil têm operações internacionais. Esta carteira de clientes poderá se somar à atual base da Ebury, que inclui empresas de menor porte, além de abrir espaço para parcerias em setores além do financeiro.

Sérgio Rial, presidente do Santander Brasil e agora presidente do Conselho da Ebury, afirma que “o investimento na companhia é um marco significativo para o banco. “Esta aquisição nos apresenta a possibilidade de expandir nossa área de Global Trade Services com uma plataforma que representa uma nova categoria global e com a qual esperamos obter um retorno expressivo nos próximos anos.”

Por meio de sua divisão Global Trade Services, o Santander permite que pequenas e médias empresas acessem mercados internacionais com o uso de serviços de trade finance, pagamentos a fornecedores, pagamentos em geral e câmbio.

O foco do Santander é ampliar a atuação da sua plataforma, que possui receita total de US$ 200 milhões, para outros 20 mercados no médio prazo e tornar-se líder em na internacionalização para PMEs no mercado europeu e latino.

Em nota, o Santander afirmou que enviará ao Banco Central do Brasil o pedido de autorização para o início das operações da Ebury no país.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

PUBLICIDADE