Demissão

Santander Brasil confirma demissão de cerca de mil funcionários

O Santander vem sendo alvo de protestos da Contraf-CUT, que acusa a filial do banco espanhol no Brasil de fazer demissões em massa no país

SÃO PAULO – O Santander Brasil (SANB11) confirmou na quinta-feira (6) em nota a demissão de cerca de mil funcionários como parte de uma reestruturação organizacional do banco.

A instituição bancária afirmou que a redução no quadro de funcionários representa aproximadamente 2 por cento de sua força de trabalho, de cerca de 55 mil empregados no país.

“Essas mudanças organizacionais visam preparar o banco para acompanhar o processo de transformação do sistema financeiro nacional e à nova realidade de competitividade da indústria”, afirmou o banco em nota.

Na quarta-feira (5), o Santander já havia admitido que estava realizando demissões, mas sem citar números.

O Santander vem sendo alvo de protestos da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), que acusa a filial do banco espanhol no Brasil de fazer demissões em massa no país.

Segundo a nota, o banco “está implementando um programa de apoio aos funcionários desligados, facilitando o processo de recolocação no mercado.”