Parceria anunciada pela Rossi é positiva do ponto de vista estratégico, diz Ativa

Segundo a corretora, empresa se beneficiará de aumento de exposição ao nordeste, região de grande déficit habitacional

SÃO PAULO – Apontando impactos positivos da parceria anunciada pela Rossi (RSID3) com a Norcon, o analista Armando Halfeld, da Ativa Corretora, ressalta os benefícios para a empresa do ponto de vista estratégico, já que irá aumentar sua exposição no nordeste. A região, segundo o analista, concentra relevante parte do déficit habitacional brasileiro.

Além de prever a parceria em empreendimentos já lançados, o acordo entre ambas as empresas irá permitir a criação de uma nova companhia´- a Norcon Rossi -, com 30% da participação sobre o poder da Norcon e 70% da Rossi, que será encarregada da gestão financeira e operacional dos empreendimentos. A previsão de VGV (Valor Geral de Vendas) da nova empresa é de R$ 2,8 bilhões.

Segundo a Ativa, a Rossi também será beneficiada pelo VGV potencial do banco de terrenos da Norcon, que corresponde a aproximadamente 50% do VGV potencial do atual banco de terrenos da Rossi.

Vale mencionar também que a Norcon apresentou uma boa rentabilidade no último ano, com um Ebitda (geração operacional de caixa) de R$ 60 milhões e margem Ebitda (relação entre receita líquida e Ebitda) de 21%, em níveis semelhantes aos resultados apresentados pela Rossi.

Recomendações
A recomendação feita pela Ativa Corretora para os ativos da empresa foi mantida como compra, com um preço-alvo projetado para o final do ano em R$ 20,28, equivalente a um potencial de valorização de 43,02%, com base na cotação do último fechamento (17).