Efeitos graves

Latam encerra operações na Argentina devido à crise do coronavírus

Empresa anunciou recentemente a recuperação judicial da operação nos EUA

SÃO PAULO – A Latam Airlines anunciou o encerramento das operações na Argentina devido às condições econômicas atuais da empresa, agravadas pelos impactos da pandemia do novo coronavírus. A companhia aérea também ressaltou a dificuldade de construir acordos estruturais com a indústria local, “não sendo possível visualizar um projeto viável e sustentável a longo prazo”. As operações no Brasil seguem funcionando normalmente.

“É uma notícia lamentável mas inevitável. Hoje a LATAM deve focar na transformação do grupo para se adaptar à aviação no pós-Covid-19.  A Argentina tem sido e seguirá sendo sempre um país fundamental. As outras filiais do Grupo Latam continuarão conectando os passageiros deste país com a América Latina e com o mundo”, afirmou Roberto Alvo, CEO do grupo.

A notícia chega pouco tempo depois de a empresa ter anunciado a recuperação judicial nos EUA de suas afiliadas no Chile, Peru, Colômbia, Equador e Estados Unidos também como consequência da crise.

PUBLICIDADE

Na Argentina, o grupo deixará de operar 12 destinos domésticos, mas os quatro destinos internacionais, para os Estados Unidos, Brasil, Chile e Peru, vão continuar sendo operados pelas outras subsidiárias do grupo (assim que as restrições da pandemia forem encerradas). A companhia não informou qual das subsidiárias assumirá as rotas citadas.

Comprou passagem com a empresa?

Em nota, o grupo informou que a Latam Argentina dará por meio de seus canais oficiais, as respostas e alternativas a todos os passageiros que compraram passagens com a companhia.

As regras seguirão as seguintes políticas comerciais:

Para rotas nacionais: se a passagem foi adquirida com cartão de crédito, a companhia devolverá automaticamente o valor da compra em um período de 30 a 45 dias para o mesmo método de pagamento. Caso contrário, o passageiro deve fazer o pedido de reembolso pelo site latam.com/administratuviaje.

Já no caso de rotas internacionais: a data do voo poderá ser alterada sem cobrança de taxa ou diferença tarifária, mas estará sujeita à disponibilidade da cabine e à validade do bilhete. Também será possível solicitar que o valor seja convertido em um crédito de viagem para ser utilizado até 31 de dezembro de 2021 em qualquer rota do grupo Latam. 

Para passagens emitidas com milhas: o cliente poderá solicitar a devolução das passagens em pontos de sua conta Latam Pass por meio do site latam.com e as taxas serão cobradas na mesma forma de pagamento utilizada.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.