Em negocios / grandes-empresas

Cielo vende em um dia metade das maquininhas do ano todo; ação chega a subir 4%, mas vira para queda

As ações da empresa apresentam alta de 2,69% na manhã desta terça-feira (4) após a notícia

Cielo 01 - Fachada empresa
(Divulgação Cielo)

SÃO PAULO – Somente na Black Friday, a Cielo vendeu mais de 200 mil maquininhas da marca Stelo, número que corresponde a mais da metade do total ofertado no ano, próximo dos 400 mil, segundo informações do Estado de S. Paulo. As ações da empresa (CIEL3) chegaram a subir até 4% na tarde desta terça-feira (4), mas viraram para queda.  

A meta estabelecida pela empresa para o ano de 2018 era de comercializar 330 mil maquininhas (POS, na sigla em inglês) Stelo, marca adquirida no há um ano e meio e voltada para microempreendedores.

Ainda segundo o jornal, esse resultado pode fazer com que o volume financeiro capturado pelos terminais dobre no fechamento deste ano, ultrapassando os R$ 2 bilhões.

A ação de Black Friday da Cielo foi uma das mais agressivas, com descontos de até 53% nas maquininhas da Stelo. A Stelo Mini, lançada no início de novembro por 12x de R$ 4,90, teve seu preço cortado para 12x de R$ 1,90, a opção mais barata do mercado; outros modelos da Stelo, a Mob e Max, também tiveram descontos.

Concorrentes da companhia, como a PagSeguro, SumUp e Credicard, também cortaram os preços de seus terminais, mas em até 50%.

Guerra das maquininhas
A Cielo viu seu um market share cair de 53,7% para 51,5% com a entrada de novas concorrentes no mercado -- e a disputa por ele está cada vez mais acirrada.

A Stone, uma das novas entrantes, realizou seu IPO nos Estados Unidos em outubro e levantou US$ 1,12, além de atrair investidores como Warren Buffett e Jack Ma. Lançamentos da Credicard e da PagSeguro que batem de frente com os terminais da Cielo também chamaram a atenção.  

Como reflexo das dificuldades que tem enfrentado na “guerra das maquininhas”, as ações da Cielo (CIEL3) acumulam queda de 58% no acumulado de 2018; somente em novembro, suas ações foram as que apresentaram o pior desempenho do Ibovespa, com baixa de 28%.

Nos resultados do terceiro trimestre, a empresa teve queda de 20,1% no lucro líquido ajustado em relação ao mesmo período de 2017. O Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) veio abaixo do esperado, de R$ 1,15 bilhão frente à estimativa de R$ 1,28 bilhão.

A promoção de Black Friday é uma das medidas que vem tomando para contra-atacar as rivais e recuperar seu market share. A recente nomeação de Paulo Caffarelli, que comandou a recuperação do Banco do Brasil, como presidente da empresa e investimentos em tecnologia também fazem parte dessa nova estratégia da empresa.

Invista seu dinheiro com a melhor corretora do Brasil: abra sua conta com taxa ZERO na XP Investimentos!  

 

 

Contato