Em negocios / grandes-empresas

Amazon acrescenta novos itens ao catálogo brasileiro e chega a 500 mil produtos de casa e cozinha

No final de agosto, a Amazon iniciou no Brasil a venda de roupas e itens esportivos no marketplace em um movimento que, para especialistas, iniciou a transformação do negócio brasileiro em uma "loja de tudo"

Amazon
(Jonathan Weiss / Shutterstock.com)

SÃO PAULO -- A Amazon ampliará a venda de produtos para casa e cozinha no Brasil em mais de 50 novos mil itens de mobília e eletrodomésticos, disse um porta-voz da empresa ao Broadcast. Somando esses itens, o catálogo nacional de casa e cozinha passa a ser de 500 mil produtos.

Vale lembrar que a Amazon opera como um marketplace no Brasil, o que significa que ela não possui um estoque próprios dos produtos, mas que vende, através de seu site, produtos de outros vendedores e lojas.

No final de agosto, a Amazon iniciou no Brasil a venda de roupas e itens esportivos em um movimento que, para especialistas, iniciou a transformação do negócio brasileiro em uma "loja de tudo".

E não para por aí: analistas ainda acreditam que os próximos passos da empresa sejam de incluir a venda de eletrônicos, brinquedos e itens de saúde e higiene pessoal, no modelo 1P - ou seja, vendidos pela própria Amazon, não por terceiros através de seu site.

Esse, entretanto, é um processo lento, tendo em vista que a gigante ainda precisa desenvolver uma infraestrutura específica para tornar possível essa frente de negócios. Isso inclui combater uma estrutura de logística insuficiente e complexidade no sistema fiscal nacional, conforme apontaram os analistas Fabio Monteiro e Luiz Guanais, do BTG Pactual, em relatório de agosto.

Em todo o mundo, a frente 1P da Amazon possui 74 marcas e 6.825 produtos em países como EUA, China, México e Índia, além da Europa.

Mundialmente, este tem sido um ano intenso para a Amazon: desde o início do ano, ela já cresceu 49% em valor de mercado, chegando a US$ 811 bilhões.  Nos resultados do último trimestre, entretanto, a Amazon decepcionou o mercado por não ter atingido a expectativa quanto à receita registrada. 

Abandone a poupança e invista melhor o seu dinheiro: abra sua conta na XP Investimentos. 

No Brasil, desde que a empresa chegou, em 2012, ela já viu o e-commerce crescer mais de dez vezes.

 

Contato