EUA x China

Decisão de Trump pode exigir que dona do TikTok renuncie ao controle do app nos EUA

Trump alega que o aplicativo expõe milhões de usuários ao governo da China e pode causar problemas para a segurança nacional

arrow_forwardMais sobre
Imagem de tela de celular com os ícones de TikTok e Instagram lado a lado
(Shutterstock)

SÃO PAULO – O presidente americano Donald Trump deve exigir que a empresa chinesa ByteDance renuncie ao controle das operações do aplicativo de vídeos TikTok nos Estados Unidos nesta sexta-feira (31), segundo informações da Bloomberg.

Para os EUA, a exposição dos usuários durante os vídeos pode colocar em risco a segurança nacional, entregando dados que poderiam chegar nas mãos do governo chinês, dado que o controle do aplicativo é da companhia sediada em Pequim. A preocupação aumenta à medida que as tensões entre EUA e China se intensificam.

A ideia é que investidores de tecnologia dos EUA comprem uma participação majoritária no controle do aplicativo, na tentativa de diminuir as preocupações da Casa Branca. No entanto, ainda não há evidências de que, de fato, houve uso indevido de dados dos usuários.

PUBLICIDADE

Na semana passada, como parte da sua campanha de reeleição, a equipe de Donald Trump fez anúncios no Facebook sugerindo que o TikTok estava “espionando” usuários americanos – a ByteDance negou.

Segundo informações do The Guardian, parte dos representantes dos departamentos de estado e justiça dos EUA é favorável ​​à proibição do aplicativo, bastante popular no país.

Larry Kudlow, principal consultor econômico de Trump, sugeriu que o TikTok poderia “se retirar” da holding chinesa e “operar como uma empresa americana independente”. Na segunda-feira (20), os deputados da Câmara votaram para barrar o TikTok de dispositivos do governo dos EUA.

A apreensão em relação ao app já vinha acontecendo desde o início do mês de julho, quando Mike Pompeo, Secretário de Estado dos Estados Unidos, disse que os EUA estavam considerando proibir o TikTok e que os americanos deveriam ter receio de baixar o app de vídeos, a menos que desejassem ver seus dados privados “nas mãos do Partido Comunista Chinês”.

Na ocasião, Um porta-voz do TikTok afirmou que “nunca forneceu dados de usuários ao governo chinês e a empresa não o faria se solicitado”.

A ByteDance já havia informado que estava planejando criar 10 mil empregos nos EUA nos próximos três anos, um aumento acentuado nas contratações considerando os 1.400 funcionários que tem atualmente.

O TikTok registrou 315 milhões de downloads de janeiro a março, de acordo com a Sensor Tower, superando qualquer outro aplicativo da história por um único trimestre.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.