PODCAST

“Aquisições podem acelerar nosso IPO”, diz presidente da Sapore

A Sapore é hoje uma das três maiores companhias do setor no Brasil. Seu fundador contou a história no podcast Do Zero ao Topo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A empresa de alimentação corporativa Sapore tem dois cenários possíveis pela frente: no primeiro faz uma oferta inicial de ações (o famoso IPO, na sigla em inglês) em cerca de três anos; no segundo cenário o plano de IPO é acelerado pela aquisição de outras empresas, que devem sair ainda neste ano — trazendo o tamanho que a companhia precisa para atrair investidores.

“Já temos os números auditados, a casa arrumada. O que precisamos é de um Ebitda de R$ 200 milhões para atrair o interesse de investidores em um IPO”, afirma Daniel Mendez, fundador e presidente do grupo.

PUBLICIDADE

A história de Mendez, que começou a carreira como garçom, é tema do sétimo episódio do podcast Do Zero ao Topo. Você pode seguir e escutar o programa pelo Spotify, Spreaker, iTunes, Google Podcasts e Deezer, ou então fazer o download clicando aqui.

No ano passado a Sapore se envolveu em uma intensa batalha para se fundir com a IMC, dona das redes de restaurantes Viena e Frango Assado. A negociação foi barrada por acionistas da IMC e Mendez agora negocia outros ativos que levariam seu Ebitda dos atuais R$ 140 milhões, previstos para este ano, para o patamar de R$ 200 milhões. 

A Sapore é hoje uma das três maiores companhias do setor de alimentações corporativas no Brasil, competindo com a francesa Sodexo e a GRSA, que pertence ao grupo inglês Compass. A empresa faturou R$ 1,7 bilhão no ano passado e atende mais de 1.250 restaurantes. Confira a história completa da empresa no podcast.

O Do Zero ao Topo é o podcast do InfoMoney que conta a história dos empreendedores e empresários por trás das maiores empresas do país. O podcast vai ao ar toda quarta-feira às 18h.

Em cada episódio, Letícia Toledo, repórter especial do InfoMoney, entrevista um empresário em uma conversa franca sobre como ele iniciou os negócios, os desafios enfrentados ao longo dos anos, as incertezas e os momentos decisivos para a empresa.