Aquisição da Tamco não deve ter impacto em ações da Gerdau, dizem analistas

Apesar de viés positivo, notícia não anima; Brascan vê maior percepção de risco para a empresa devido à exposição aos EUA

Por  Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – A Gerdau (GGBR4) anunciou nesta quarta-feira (15) a aquisição da companhia norte-americana Tamco pelo valor de US$ 165 milhões. O acordo foi firmado pela subsidiária da companhia, Gerdau Ameristeel, em conjunto com a Ameron International e a Tokyo Steel e Mitsui. 

Otimista com a operação do ponto de vista estratégico, Rodrigo Ferraz, da Brascan Corretora, aponta que a a aquisição possibilita a ampliação da cobertura da Gerdau na Costa Oeste norte-americana. Apesar do viés positivo, Ferraz afirma que a falta de informações quanto a vendas e rentabilidade operacional da Tamco em 2010, além de seu nível de endividamento, limitam a análise. Cabe dizer que a Tamco produz vergalhões para o setor de construção civil, com capacidade anual de 500 mil toneladas. 

Exposição aos EUA
O analista, contudo, se mostra mais contrariado ao analisar a aquisição sob a ótica das ações. Ele argumenta que, no curto prazo, a exposição da empresa à economia norte-americana deverá representar um aumento na percepção de risco para a companhia. 

A relação das vendas da empresa com o setor imobiliário é o motivo para a visão mais pessimista. Basta lembrar do último número do Construction Spending, relatório que mede a trajetória dos gastos com construção civil no país, para entender a indicação do analista. 

Ferraz reitera sua recomendação de market-perform, expectativa de desempenho em linha com a média do mercado, para a empresa, com um preço-alvo de R$ 28,25, representando um potencial de valorização de 14,4% sobre o fechamento desta quarta-feira.

Irrelevante
Mais confiantes nas perspectivas da Gerdau, Osmar Cesar Camilo e Marcelo Alves Varejão, analistas da Socopa, afirmaram que a notícia não deverá trazer impacto para os papéis, já que tanto o valor da operação quanto o volume de produção da Tamco são baixos se comparados com o tamanho da empresa. 

“No entanto, encaramos a notícia com um viés positivo, pois transmite o otimismo do management em relação a recuperação do mercado de aços longos nos EUA”, apontam, por fim, os analistas da corretora. Por fim, vale destacar que a Socopa inclui a Gerdau em sua carteira recomendada para a semana. 

Confira as recomendações para a Gerdau 
CorretoraPreço-alvoUpside*
BrascanR$ 28,2514,4%
SocopaR$ 36,0045,7%

* Calculado com base na cotação de fechamento de 15 de setembro

Compartilhe