Startup na Bolsa

Airbnb anuncia IPO para 2020 com valuation de US$ 31 bilhões

A empresa fez o anuncio por meio de um comunicado oficial para imprensa

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Airbnb, startup de aluguel de casa compartilhada, anunciou na última quinta-feira (19) que planeja realizar seu IPO (oferta pública de ações) em 2020. A empresa fez o anuncio por meio de um comunicado em sua página voltada para informações à imprensa. 

“A Airbnb, Inc. anunciou hoje que espera se tornar uma empresa de capital aberto em 2020. Este comunicado de imprensa está sendo feito de acordo com e de acordo com a Regra 135 da Lei de Valores Mobiliários de 1933 e não constituirá uma oferta de venda ou a solicitação de uma oferta de compra, quaisquer valores mobiliários”, diz a nota.

O Airbnb não esclareceu se já enviou a documentação para o IPO à SEC (Security Exchange Commission), principal regulador do mercado acionário americano. Um porta-voz do empresa, procurado pelo Business Insider, se recusou a comentar quando perguntado se a papelada foi arquivada.

PUBLICIDADE

A startup foi criada em 2008 e hoje possui um valor de mercado de aproximadamente US$ 31 bilhões. Mesmo que não tenha revelado valores exatos de lucro e faturamento trimestral, a companhia afirmou que teve um lucro superior a US$ 1 bilhão nos três meses finalizados em julho. A Crunchbase, site que compila dados sobre startups, estimou que o faturamento anual do Airbnb é de US$ 2,6 bilhões.

Startups na Bolsa

O ano de 2019 foi um ano de diversos IPOs de startups. A Uber e a Lyft realizaram sua oferta pública de ações no início deste ano e estão entre as startups que mais tiveram seus papeis desvalorizados. 

Já o IPO da WeWork, que estava planejado para ocorrer em outubro, foi adiado visando evitar péssimos resultados após a estreia na Bolsa – o que aconteceu com com empresas como a Uber que perdeu 32% de valor de mercado desde que abriu capital e teve o maior prejuízo da sua historia, e a Lyft, que acumula uma perda de 40% desde março, mês do seu IPO.

Por outro lado, as startups de tecnologia Zoom, Slack, PagerDuty, CloudFlare e Pinterest passaram a ser negociadas em Bolsa em 2019 e estão sendo negociadas acima do preço do seu IPO. Assim, devemos esperar o IPO da Airbnb para sabermos se ela estará do lado da Uber e Lyft, ou se vai prosperar como a Zoom e a Pinterest.

Invista seu dinheiro com quem conhece do assunto. Abra sua conta na XP Investimentos – é grátis