Pet Manguinhos

Ação da Pet Manguinhos cai até 14% após pedido de falência

Real Srr Publicidade entra com pedido de falência contra a empresa na 3ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro

*Atualizado às 14h32 (horário de Brasília)

SÃO PAULO – As ações da Refinaria de Petróleo Manguinhos (RPMG3, RPMG4) chegam a cair cerca de 14% após a Real Srr Publicidade e Marketing entrar com pedido de falência, conforme publicado no jornal Valor Econômico desta quinta-feira (6).

Segundo cotação das 14h27 (horário de Brasília), o ativo RPMG3 recua 6,67%, aos R$ 0,28, enquanto o RPMG4 desvaloriza 13,79%, aos R$ 0,25. Na mínima do dia as desvalorizações foram de 10,0% e 13,8%, respectivamente, o que equivale a perdas de 3 centavos e de 4 centavos sobre o último fechamento.

O pedido de falência foi registrado na 3ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro. Em comunicado, a Pet Manguinhos afirma que a requisição movida pela Real SRR Publicidade ocorre por conta de uma ação execução no valor de R$ 76,99 mil.

“O valor em questão é objeto de uma discussão entre as partes relativa ao preço cobrado por serviços de publicação de editais”, explica o comunicado da Pet Manguinhos. O documento ainda afirma que, se a justiça considerar necessário, fará o depósito para garantir o juízo sobre o valor, mas que continuará a discutir a questão por entender que o valor cobrado é indevido.

Na última quarta-feira foi revelado por Lauro Jardim que a empresa já demitiu 250 funcionários desde o fim da última semana. 

Desapropriação
Em 16 de outubro foi publicado um decreto no Diário Oficial do Rio de Janeiro para a desapropriação do terreno onde a refinaria da empresa está instalada. 

“A utilização desse terreno como moradia para milhares de pessoas que hoje vivem em condições muito precárias atende muito mais ao interesse social do que a manutenção da atividade econômica de distribuição de combustíveis, que pode ocorrer em outros locais menos privilegiados do ponto de vista urbanístico”, informou o governo do Rio em nota à imprensa, na época.

A empresa havia informado que iria tomar todas as medidas cabíveis para tentar reverter esse quadro.

PUBLICIDADE