George Clooney diz que Biden está velho demais e pede que ele desista da reeleição

“A batalha que ele não pode vencer é a luta contra o tempo”, escreveu o ator, diretor e democrata de longa data em artigo no New York Times

Equipe InfoMoney

George Clooney (REUTERS/Mario Anzuoni/File Photo)
George Clooney (REUTERS/Mario Anzuoni/File Photo)

Publicidade

Democrata de longa data, o ator e diretor George Clooney publicou um artigo no jornal New York Times nesta quarta-feira (10) dizendo que Joe Biden é velho demais para tentar a reeleição e pedindo que o atual presidente saia da corrida à Casa Branca, aumentando a pressão entre os democratas para que o partido troque de candidato para enfrentar Donald Trump em novembro.

“Eu amo Joe Biden. Como senador. Como vice-presidente e como presidente. Considero-o um amigo e acredito nele. Acredito em seu caráter. Acredito em sua moral. Nos últimos quatro anos, ele venceu muitas das batalhas que enfrentou. Mas a batalha que ele não pode vencer é a luta contra o tempo”, escreve Clooney, dizendo que o homem que encontrou há algumas semanas em um evento de campanha não é o mesmo de 2020.

“Isso se trata de idade. Nada mais. Mas também nada que possa ser revertido. Não vamos vencer em novembro com este presidente. Além disso, não vamos vencer a Câmara e vamos perder o Senado”, afirma o ator.

Continua depois da publicidade

Clooney pede que os líderes do partido Democrata considerem pedir a Biden que se afaste voluntariamente: “Os principais democratas – Chuck Schumer, Hakeem Jeffries, Nancy Pelosi – e os senadores, representantes e outros candidatos que enfrentam a possibilidade de perder em novembro precisam pedir a este presidente que se afaste voluntariamente”. Nesta quarta, Nancy Pelosi se tornou o primeiro nome da primeira linha do partido Democrata a pedir que Biden “reconsidere” sua candidatura.

Em seu artigo, Clooney pede que outros candidatos democratas fortes se apresentem e destaca a importância de uma transição tranquila para garantir a vitória nas eleições. “Vamos ouvir Wes Moore, Kamala Harris, Gretchen Whitmer, Gavin Newsom, Andy Beshear, J.B. Pritzker e outros. Vamos concordar que os candidatos não se ataquem, mas, no pouco tempo que temos, foquem no que fará este país prosperar”.

Clooney encerra o texto pedindo que Biden salve a democracia mais uma vez: “Joe Biden é um herói; ele salvou a democracia em 2020. Precisamos que ele faça isso novamente em 2024”.