Em minhas-financas / turismo

Despacho obrigatório de bagagem de mão fora do padrão começa em Congonhas e outros 4 aeroportos

Aeroportos tiveram um período de adaptação em que forneciam informações aos passageiros sobre a proibição  

Aeroporto de Congonhas
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Os aeroportos de Santa Genoveva (Goiânia), Salgado Filho (Porto Alegre), Congonhas (São Paulo),Galeão (Rio de Janeiro) e Santos Dumont (Rio de Janeiro) passam a barrar nesta segunda-feira as bagagens de mão fora do padrão, que terão de ser obrigatoriamente despachadas.

O padrão definido para a mala de mão é o mesmo para todas as companhias aéreas. As bagagens podem ter 35 cm de largura, 25 cm de profundidade e 55 cm de altura (incluindo rodinhas e alça). São os padrões internacionais da Iata (Associação Internacional de Transporte Aéreo).

Leia também:
Apps medem malas e evitam problemas com bagagem de mão em aeroportos

Para a bolsa adicional, chamada de item pessoal, levado abaixo do assento da frente, o limite de tamanho é de 45 cm de largura, 20 cm de profundidade e 35 cm de altura.

O despacho das bagagens varia entre R$ 59 e R$ 220 para as companhias aéreas participantes da Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), Latam, Gol e Avianca Brasil.

A medida, anunciada em 10 de abril, já estava em vigor nos aeroportos Juscelino Kubitschek (Brasília), Afonso Pena (Curitiba), Viracopos (Campinas/SP), Aluízio Alves (Natal), Confins (Belo Horizonte), Pinto Martins (Fortaleza), Guararapes (Recife) e Val-de-Cans (Belém).

Os terminais Luis Eduardo Magalhães (Salvador) e Guarulhos estão em período de orientação aos passageiros até 23 de maio, quando funcionários fiscalizam mais rigidamente os volumes, mas apenas com teor educativo.

Invista melhor e viaje mais. Abra uma conta gratuita na XP. 

 

Contato