Em minhas-financas / gadgets

Bagagem de mão: apps medem malas e evitam problemas com novas regras

Com a mudança, o padrão definido para a mala de mão será o mesmo para todas as companhias aéreas    

Avião - bagageiro superior
(Shutterstock)

SÃO PAULO - As companhias aéreas brasileiras iniciaram na última quarta-feira (10) uma nova política de fiscalização de bagagens de mão em voos domésticos. Com a mudança, o padrão definido para a mala de mão será o mesmo para todas as companhias aéreas - e a fiscalização endurece. 

As bagagens podem ter 35 cm de largura, 25 cm de profundidade e 55 cm de altura (incluindo rodinhas e alça). Para a bolsa adicional, chamada de item pessoal, levado abaixo do assento da frente, o limite de tamanho é de 45 cm de largura, 20 cm de profundidade e 35 cm de altura.

Como saber se a mala está de acordo com as medidas? 

Mesmo sem ter um instrumento de medição em casa, a tecnologia já permite chegar no aeroporto com a certeza de que a bagagem está de acordo. 

Para usuários de iPhones, é disponibilizado de fábrica um aplicativo chamado "medidas" que surgiu na última atualização do sistema, no iOS 12. Usando apenas a câmera, é possível medir a mala ligando os pontos de cada extremidade da mala, como se fosse uma fita métrica digital. 

Veja:

56706232_375241176402359_1253333643804278784_n

Outra opção é o momondo, site de busca de passagens que anunciou em março deste ano um recurso semelhante em seu aplicativo. Chamada medidor de bagagem, a ferramenta digitaliza a mala e mostra as dimensões da mesma. Basta apontar a câmera e segurar por alguns minutos.  

O recurso usa a tecnologia de realidade aumentada para calcular as medidas, como comprimento, largura e altura, além de comparar estas medidas com as exigências das companhias aéreas.

O recurso Medidor de Bagagem está disponível na versão mais recente do aplicativo momondo para Android e iOS. 

Veja como funciona: 

O aplicativo da Latam também oferece um recurso de medida de bagagem. O sistema apresenta uma "caixa" virtual de acordo com as medidas permitidas na regra. Por meio da tecnologia de realidade aumentada, o usuário deve encaixar sua mala dentro da caixa. O app também está disponível para iOS e Android. 

56835516_576954512794114_1296714909437919232_n

Invista seu dinheiro para viajar para onde quiser. Abra sua conta na XP - é de graça. 

No dia 25 de abril, os primeiros terminais brasileiros a implementar as novas regras “para valer” são: aeroportos Juscelino Kubitschek (Brasília/DF); Afonso Pena (Curitiba/PR), Viracopos (Campinas/SP) e Aluízio Alves (Natal/RN). 

A regra começa a valer no dia 2 de maio para o segundo grupo de aeroportos que inclui: o Aeroporto de Confins (Belo Horizonte/MG), Aeroporto Pinto Martins (Fortaleza/CE), Aeroporto Guararapes – Gilberto Freyre (Recife/PE), Aeroporto Luís Eduardo Magalhães (Salvador/BA e Aeroporto Val-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro (Belém/PA) . 

No caso de São Paulo, a regra começa a valer em 13 de maio para o Aeroporto de Congonhas (São Paulo/SP) e Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos/SP).  O Aeroporto Santa Genoveva (Goiânia/GO), Aeroporto Salgado Filho (Porto Alegre/RS),  Aeroporto RIOGaleão – Tom Jobim (Rio de Janeiro/RJ) e Aeroporto Santos Dumont (Rio de Janeiro/RJ) também se adequam a regra nesta data. 

 

Contato