Tóquio 2020

Toyota cancela comerciais relacionados aos Jogos Olímpicos

Nenhum executivo da empresa irá para a cerimônia de abertura

(ANSA) – A Toyota, uma das principais patrocinadoras das Olimpíadas de Tóquio, confirmou nesta segunda-feira (19) que não irá veicular comerciais na televisão relacionados aos Jogos de 2020 em função da baixa popularidade do megaevento esportivo.

A montadora também revelou que não enviará nenhum de seus executivos para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, agendada para dia 23 de julho.

“Os funcionários da Toyota não comparecerão à cerimônia de abertura e o principal motivo por trás disso é que não haverá espectadores”, declarou Shiori Hashimoto, porta-voz da Toyota.

A campanha que foi descartada pela Toyota era apelidada de “comece o impossível” e seria transmitida ao longo das Olimpíadas.

O diretor de operações da Toyota, Jun Nagata, declarou que estava se tornando cada vez mais difícil para os Jogos de 2020 atingirem positivamente o público japonês.

“Está se transformando em uma Olimpíada que não pode ser entendida de várias maneiras”, comentou Nakata à mídia japonesa.

A decisão da Toyota chega depois dos primeiros casos do novo coronavírus em atletas na Vila Olímpica. Até o momento, ao menos 58 pessoas ligadas ao megaevento esportivo testaram positivo.

Yoshihide Suga, primeiro-ministro do Japão, prometeu recentemente que as Olimpíadas serão “seguras e protegidas”. O Comitê Olímpico Internacional (COI), por sua vez, disse que a Toyota já havia adotado essa abordagem desde o início da pandemia.

Já Masa Takaya, porta-voz das Olimpíadas, disse não estar ciente dos relatórios sobre os anúncios da montadora japonesa, mas confirmou que os patrocinadores continuaram apoiar o megaevento esportivo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quer entender o que é o mercado financeiro? Assista à série gratuita “Carreira no Mercado Financeiro” e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.