Declare antes

Programa do Imposto de Renda 2020 é liberado para download

Quem entrega mais cedo, tem mais chances de receber a restituição nos primeiros lotes

SÃO PAULO – A Receita liberou nesta quinta-feira (20) o download do programa gerador do Imposto de Renda 2020, referente ao ano-base de 2019. A temporada de entrega das declarações vai de 2 de março a 30 de abril.

Neste ano, o primeiro lote da restituição será pago mais cedo, em 29 de maio. Os lotes seguintes serão pagos em 30 de junho, 31 de julho, 31 de agosto e 30 de setembro. Tradicionalmente, os lotes são pagos entre junho e dezembro. Quem entrega mais cedo, tem mais chances de receber a restituição nos primeiros lotes.

Leia também
• Passo a passo: como preencher a declaração
• Como declarar investimentos no Imposto de Renda

PUBLICIDADE

Deve entregar a declaração o contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70, o equivalente a R$ 2.196,90 por mês, incluído o décimo terceiro. Também deve apresentar o documento quem teve receita bruta de atividade rural superior a R$ 142.798,50; contribuintes com rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte de mais de R$ 40 mil, e contribuintes com patrimônio de mais de R$ 300 mil em 31 de dezembro.

Não houve alteração na tabela e, a rigor, como não houve correção pela inflação, o contribuinte pagará mais impostos neste ano do que no ano passado – como vem ocorrendo desde 2015. O presidente Jair Bolsonaro chegou a prometer, em campanha, que subiria a faixa de isenção para cinco salários mínimos.

Uma novidade deste ano é que o programa gerador fornecerá a declaração pré-preenchida para os contribuintes com certificação digital. As informações da base de dados da Receita vão diretamente para o programa gerador, cabendo ao contribuinte apenas validar os dados e transmitir a declaração. Conheça as regras da declaração de 2020 aqui.

Conheça e invista em produtos isentos de imposto de renda. Abra uma conta gratuita na Rico.

Passo a passo; Como declarar o imposto de renda 2020