Pix ‘atropela’ boleto e já domina compras à vista no Mercado Pago

Sistema do BC já representa 80% dos pagamentos à vista na plataforma do Mercado Livre e tem uma conversão muito maior que a do boleto

Lucas Sampaio

O Pix já superou com folga o boleto e é amplamente usado para em pagamentos à vista no Mercado Pago, segundo dados divulgados pelo Mercado Livre (MELI34) para comemorar os 2 anos do sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central (BC) nesta quarta-feira (16).

Masterclass

O Poder da Renda Fixa Turbo

Aprenda na prática como aumentar o seu patrimônio com rentabilidade, simplicidade e segurança (e ainda ganhe 02 presentes do InfoMoney)

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Segundo a gigante latinoamericana do e-commerce, “o Pix ganhou o espaço que antes era dos boletos no mundo on-line” e hoje já representa 80% dos pagamentos realizados “à vista” no Mercado Pago (contra 20% do boleto). Ou seja: 4 em cada 5 pagamentos à vista são feitos via Pix.

Outra vantagem do sistema de pagamentos do BC, segundo o Mercado Livre, é a sua maior conversão: cerca de 75%, contra 50% do boleto (isso significa que metade das compras feitas via boleto não são concluídas, por diversos motivos).

O Mercado Livre diz também que a penetração do Pix cresceu 7 pontos percentuais nos pagamentos online em 1 ano: foi responsável por 23% de todas as transações no 3º trimestre deste ano (contra 16% no mesmo período de 2021).

Além disso, o sistema de pagamentos do BC cresceu 84% nas compras online no período e já responde por 1 em cada 4 transações online realizadas no Mercado Pago no terceiro trimestre (incluindo outras formas de pagamento, como a prazo no cartão de crédito).

Pix e Black Friday

Segundo pesquisas do Mercado Livre sobre a Black Friday, os brasileiros querem comprar produtos de moda e de tecnologia e pretendem gastar até R$ 2 mil na data — que neste ano será comemorada no dia 25.

Em relação à forma de pagamento, o cartão de crédito segue na preferência dos clientes (e ganhou participação, de 49% em 2021 para 68% neste ano). Mas o Pix já ocupa a 2ª posição (19%, ante 12% no ano passado).

O boleto tem a preferência de apenas 6% dos consumidores (ante 4,5%). Já outras formas de pagamento, como transferência bancária, respondem por 33% das intenções (contra apenas 8,5% na última Black Friday).

O Mercado Livre disse na ocasião que o Pix é o “queridinho dos brasileiros” e vem ganhando relevância como forma de pagamento. “Nesse contexto de tíquete-médio mais alto e preferência por parcelamento, o Pix parcelado começa a ser considerado pelos brasileiros para as compras nesta Black Friday”.

Veja o vídeo:

Lucas Sampaio

Jornalista com 12 anos de experiência nos principais grupos de comunicação do Brasil (TV Globo, Folha, Estadão e Grupo Abril), em diversas funções (editor, repórter, produtor e redator) e editorias (economia, internacional, tecnologia, política e cidades). Graduado pela UFSC com intercâmbio na Universidade Nova de Lisboa.