Perdeu o emprego? Comércio assegura o pagamento das compras

Tentando não perder clientes, varejo e serviços oferecem seguros para consumidor que perder o emprego

SÃO PAULO – Em meio à crise financeira internacional, na tentativa de fazer com que as pessoas não parem de comprar, empresas de varejo e serviços estão oferecendo seguros a fim de prevenir uma eventual situação de desemprego do consumidor.

No geral, as apólices são oferecidas quando a pessoa compra algum produto ou contrata um serviço e têm o valor diluído na mensalidade da compra. Caso o cliente perca o emprego e ainda não tenha quitado o débito, o seguro cobre, fazendo com que a loja não perca dinheiro e que o consumidor não tenha o nome negativado em cadastros de inadimplentes.

Varejistas

Dentre as principais varejistas do país, duas, Casas Bahia e Ponto Frio, já oferecem o serviço. No primeiro exemplo, o chamado Seguro de Proteção Financeira, produto atrelado a compras feitas no carnê, protege o financiamento do cliente em caso de desemprego involuntário, morte ou perda de renda por afastamento temporário por acidente.

O seguro custa R$ 35,90 e pode ser dividido de acordo com o número de mensalidades da compra efetuada pelo cliente. A apólice garante o pagamento de até seis parcelas do financiamento, no valor limite de R$ 100,00 cada ou, em caso de morte, quita o saldo devedor do carnê de até R$ 1.000,00. A carência para profissionais assalariados com mais de 12 meses de registro em carteira na mesma empresa é de 31 dias, contados a partir da data da compra. Com relação à cobertura por morte, não há carência.

Já o seguro de Quitação Garantida, da rede Ponto Frio, custa R$ 32,00 e, assim como o oferecido pela concorrente, pode ser diluído nas prestações da compra. Para contratá-lo, o cliente precisa ter entre 18 e 65 anos e aquisição no valor mínimo de R$ 70,00. Além disso, o parcelamento da compra deve ser feito entre quatro e 24 vezes.

Com carência de 60 dias para desemprego, as garantias oferecidas pelo seguro do Ponto Frio são para dívidas de até R$ 3 mil, no caso de morte ou invalidez permanente por acidente; e para dívidas de até R$ 1.200,00 para o profissional autônomo que sofrer acidente ou ficar temporariamente incapacitado e para o trabalhador registrado, regido pelo sistema CLT, que perder involuntariamente o emprego.

Compras maiores e serviços

Além das varejistas, este tipo de seguro também está sendo oferecido para compras maiores e serviços. A rede de concessionárias Grand Brasil, por exemplo, está disponibilizando gratuitamente um seguro para quem adquirir automóveis zero quilômetros ou seminovos e, por ventura, perder o emprego.

Trata-se da campanha Compra Segura, na qual a empresa se dispõe a pagar três parcelas do financiamento, caso o cliente fique desempregado após dois meses da compra e tenha carteira assinada por um ano ou mais. “É uma medida que visa oferecer mais tranquilidade aos nossos clientes”, afirma a gerente de marketing da concessionária, Cristiane Muller.

Medida parecida adotou a academia Bio Ritmo com o seguro desemprego fitness, cujo benefício é permitir ao usuário, que por ventura perder o emprego, continuar se exercitando mesmo com o pagamento das mensalidades suspenso. A única recomendação é para que a pessoa passe a se exercitar em horários especiais, no geral, na hora do almoço ou no período da tarde.

PUBLICIDADE

“Nosso foco é cuidar sempre do nosso cliente. Num momento de insegurança queremos dar segurança; e queremos promover saúde contribuindo para a sociedade num momento agudo como este”, declara o CEO da academia, Edgard Corona.

Imóveis

Na hora de decidir alugar uma propriedade a terceiros, os proprietários de imóveis também podem contar com o recebimento do aluguel e o pagamento dos encargos do imóvel, mesmo que o inquilino passe por alguma dificuldade financeira.

O sistema chamado de aluguel garantido é oferecido pela administradora Lello e assegura, aos proprietários de imóveis, todos os pagamentos em até 10 dias após a data de vencimento prevista em contrato. A administradora paga esses valores por 12 meses consecutivos e o serviço dura por todo o período contratual.

Para adquirir o aluguel garantido, o proprietário paga uma taxa diferenciada, desembolsando 5% a mais do valor já pago para a administradora.