Por aumento salarial

Mobilização de auditores da Receita Federal contra Bolsonaro atinge fronteiras com Paraguai e Argentina

Categoria busca ampliar pressão após reunião sem desfecho com o ministro da Economia, Paulo Guedes

Por  Estadão Conteúdo -

A mobilização da Receita Federal já atinge exportações na fronteira do Brasil com a Argentina e com o Paraguai, segundo informou, nesta sexta-feira (14), o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco).

Na fronteira com a Argentina, de acordo com a entidade, o pátio da Receita Federal, com capacidade para 95 caminhões em Porto Xavier (RS), ficou tomado pelos veículos.

Nas filas para desembaraço para exportações na Argentina, o sindicato disse que havia, na manhã desta sexta, 20 caminhões esperando para cruzar a fronteira por balsa.

O município de Mundo Novo (MS) também amanheceu com filas de caminhões. Segundo o sindicato, dezenas deles ficaram parados fora do pátio durante toda a noite.

A operação-padrão, conforme o Sindifisco, também já atinge a fronteira com o Paraguai, entre as cidades de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero.

O Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) apurou que os líderes do sindicato estão estudando ampliar a mobilização nesta sexta-feira, após a reunião tido por eles como “frustrada” na quinta (13) com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe