Meia-entrada para idosos na Copa será mantida, diz ministro

Orlando Silva afirmou que soberania nacional não será afetada com regras impostas pela Fifa para realização da Copa

Por  Welington Vital

SÃO PAULO – A meia-entrada para idosos na Copa de 2014 será mantida. A afirmação é do ministro do Esporte, Orlando Silva, que reiterou que há compromisso da Fifa (Federação Internacional de Futebol) de manter o direito da meia-entrada aos idosos, conforme prevê o Estatuto do Idoso.

Já sobre a oferta do mesmo benefício a estudantes, ainda não há garantias de que será mantido. Contudo, o ministro disse que há uma negociação com a Fifa sobre a possibilidade de estádios terem locais com preços populares de ingressos.

Segundo a Agência Câmara, o anúncio foi feito, nesta terça-feira (25), durante a audiência pública sobre a proposta de Lei Geral da Copa, PL 2330/11.

Fifa não afetará soberania nacional
O ministro também afirmou que a soberania nacional não será afetada com as regras impostas pela Fifa para a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

Segundo ele, os temas que estão sendo questionados como se fossem uma intromissão da Fifa à autonomia do País são relacionados a campeonatos brasileiros, cuja manutenção não faz sentido em um evento internacional.

“São itens do Estatuto do Torcedor que não têm como ser exigidos na Copa, como a necessidade de se divulgar a tabela dos jogos nos estádios e a realização de sorteio para escolher os árbitros das partidas”, explicou Orlando Silva.

Compartilhe