Em minhas-financas / gadgets

Samsung Galaxy Fold: tela dobrável apresenta defeitos em poucos dias de testes

Alguns repórteres tiveram acesso antecipado ao aparelho para fazer testes, mas não estão tendo boas experiências  

Galaxy Fold
(Reprodução)

SÃO PAULO - O Samsung Galaxy Fold, smartphone dobrável que se transforma em um tablet, foi apresentado em fevereiro.

Alguns repórteres de tecnologia tiveram acesso antecipado ao aparelho para fazer testes, mas não estão tendo boas experiências. Eles afirmaram em veículos diversos que os dispositivos quebraram depois de alguns dias de uso.

Leia mais:
3 riscos que você irá correr se comprar um Samsung Galaxy Fold

O crítico Mark Gurman, da Bloomberg, disse que sua "unidade de teste está completamente quebrada e inutilizável depois de apenas dois dias".

Em uma série de tuítes, ele informou como sua tela quebrou depois de remover a película protetora que estava nela.

Gurman compartilhou uma foto da sua unidade:

galaxy_fold

Enquanto isso, Dieter Bohn, do The Verge, achou uma "pequena protuberância" no que ele afirmou ser uma dobradiça defeituosa.

Outros repórteres que testaram o aparelho também reportaram problemas com a tela. Os relatórios não agradaram os investidores e as ações da Samsung fecharam em baixa de 3% na bolsa de valores de Seul nesta quinta-feira (18).

Um porta-voz da Samsung confirmou em um comunicado que a empresa recebeu alguns relatórios sobre o dispositivo e que "inspecionará essas unidades pessoalmente para determinar a causa do problema".

O porta-voz também informou que alguns dos revisores do smartphone "relataram ter removido a camada superior do monitor, causando danos à tela".

"Remover a camada protetora ou adicionar adesivos ao monitor principal pode causar danos. Garantiremos que esta informação seja claramente entregue aos nossos clientes", disse.

A empresa anunciou na última quarta-feira (17) que o Galaxy Fold havia se esgotado em seu site em menos de 48 horas durante a pré-venda nos EUA, embora não tenha dito quantos telefones foram realmente vendidos.

O aparalho chega às lojas em vendas regulares no próximo dia 26 na Coreia do Sul e EUA, e em 3 de maio em outros 15 países da Europa. No Brasil, ainda não há uma data prevista.  

Momento de atenção 

O Galaxy Fold é um smartphone de 4,6 polegadas e ao abri-lo vira um tablet de 7,3 polegadas. O dispositivo, que custará US$ 1.980 nos EUA, tem sistema operacional Android 9.0 e estará disponível em quatro cores (preto, prata, verde e azul).

Quando a Samsung anunciou o Galaxy Fold, analistas e apaixonados por gadgets aplaudiram a empresa por assumir um risco ao apresentar algo inovador em um mercado que parece ter se estabilizado em termos de vendas e novos recursos. 

Mas quaisquer problemas com o aparelho podem representar uma ameaça real para a Samsung, que ainda está se recuperando do desastre que foi o Galaxy Note 7, que apresentou sérios problemas com as "baterias explosivas". 

A Samsung carrega uma reputação de assumir riscos - foi uma das primeiras empresas a lançar smartphones maiores -, mas os esforços nem sempre funcionam.

No entanto, Ben Wood, diretor de pesquisas da consultoria CCS Insight, disse que o Fold poderia ajudar a Samsung a se destacar como líder em inovação.

"Parece que estamos na Idade da Pedra quando se trata de produtos com telas dobráveis. Estamos vendo os primeiros passos muito experimentais em direção à implementação de uma tecnologia que provavelmente será um dos pilares dos dispositivos eletrônicos no futuro", afirmou.

Invista seu dinheiro para comprar seu novo smartphone. Abra uma conta na XP - é de graça. 

 

Contato