Por Dentro dos Resultados

Como a Neogrid cresce em um setor altamente competitivo: novas aquisições a caminho?

CSO e CFO da empresa participaram de live do InfoMoney e falaram sobre operação em 140 países e no Brasil, além da queda das ações na Bolsa

Por  Anderson Figo -

SÃO PAULO — Atuando na concorrida área de Saas (Software as a Service), a Neogrid (NGRD3) encontrou uma maneira de manter forte crescimento mesmo diante de uma concorrência forte. O alto volume de investimentos que tem feito assegura que a companhia surfe a onda do boom do e-commerce na pandemia, mas também tem permitido que ela ganhe espaço em setores fora do varejo.

“Hoje a gente tem trafegando na plataforma da Neogrid cerca de 80% do volume de vendas do setor de supermercados no Brasil. É matéria-prima mais do que suficiente para a gente desenvolver novas soluções”, disse o CSO da companhia, David Abuhab, em live do InfoMoney. “A gente já tem um planejamento de médio prazo para que a gente possa começar a desenvolver soluções de serviços financeiros para compor um ecossistema”, completou.

A live faz parte do projeto Por Dentro dos Resultados, em que o InfoMoney entrevista CEOs e diretores de importantes companhias de capital aberto, no Brasil ou no exterior. Eles falam sobre o balanço do segundo trimestre de 2021 e sobre perspectivas. Para acompanhar todas as entrevistas da série, se inscreva no canal do InfoMoney no YouTube.

Leia também:

A Neogrid atualmente opera no Brasil e em 140 países, atuando em soluções para a cadeia de suprimentos de grandes indústrias, especialmente no varejo. O executivo destacou ainda o VIU, uma plataforma integrada que tem ajudado a empresa a entregar resultado.

Thiago Grechi, CFO do grupo, que também participou da live, comentou sobre o desempenho negativo das ações da empresa na Bolsa desde que estrearam no fim do ano passado. “A gente aqui está muito preocupado no nosso dia a dia na Neogrid, os executivos, os nossos talentos, as nossas pessoas, em trabalhar muito duro para entregar o plano de negócios da companhia. Entregando isso, provando que a companhia no médio e longo prazo vai estar crescendo e tendo bons resultados, dessa forma a gente imagina que o papel da empresa vai andar de uma forma ligada a esse trabalho que a gente tem feito”, disse.]

Os executivos falaram ainda sobre a alocação dos recursos do IPO, impacto de câmbio, investimento em tecnologia, novas soluções, evolução em marketing de vendas e impacto da reforma tributária sobre as operações do grupo. Assista à live completa acima, ou clique aqui.

Curso gratuito ensina a ter consistência na bolsa para ganhar e rentabilizar capital. Participe!

Compartilhe