Seu bolso

Carros mais vendidos do país em 2021 têm aumento de até 35% no preço; veja ranking com 10 modelos

Custos operacionais, crise no abastecimento de chips e inflação puxam os valores para cima; Hyundai Creta e Fiat Mobi registram as maiores variações

Por  Giovanna Sutto -

O setor automotivo passa, desde a pandemia de Covid-19, por um desabastecimento de chips que impacta diretamente a produção e a venda de carros 0km.

Foram 116,5 mil carros novos vendidos em janeiro deste ano — retração de 28,32% em comparação com o mesmo mês do ano passado, quando 162,6 mil carros foram comercializados, de acordo com dados do Renavam Serpro.

Janeiro de 2022, portanto, acabou figurando com o pior resultado do setor para o mês dos últimos 17 anos. 

Na esteira disso, o primeiro efeito observado é o aumento dos preços dos carros novos pela alta na demanda e baixa oferta. Considerando apenas os carros mais vendidos de 2021, a média de variação de preço foi de 25,4% no período, segundo análise da Kelley Blue Book Brasil (KBB), consultoria automotiva.

Os dados são acima da média geral: considerando todos os carros 0 km à venda no país em 2021, a alta média nos preços foi de 9% ao longo dos 12 meses do ano, diz a empresa.

Top 10

Dos dez carros mais vendidos de 2021, o Hyundai Creta foi o que apresentou o maior aumento de preço: alta de 35%, para mais de R$ 122 mil.

De acordo com a KBB, a subida de preço do Creta, de 35%, que foi puxada pela inflação, uma vez que o modelo trocou de geração e passou a oferecer motor, equipamentos e novas tecnologias para a linha 2022.

O mesmo ocorreu no caso do Fiat Toro e do Jeep Compass. Ambos tiveram mudanças no ano passado quando trocaram de linha 2021 para 2022, sobretudo, por conta da estreia do motor 1.3 GSE turbo, que é mais caro. Os preços médios subiram 17,8% e 14,8%, respectivamente.

Por outro lado, o Fiat Mobi surpreendeu os especialistas, segundo a análise da consultoria.

“Já entre os carros que mais subiram de preço na lista dos mais vendidos, sem alterações relevantes na troca de ano modelo durante 2021, o Fiat Mobi é o destaque, com 30,4% de acréscimo de preço ao comparar janeiro com dezembro do ano passado”, mostra o estudo.

gráfico tabela carros mais vendidos no brasil 2021
Publicado no @infomoney via Instagram

Leia também:

Fiat Argo e Strada também tiveram aumentos de mais de 30%.

O levantamento da KBB Brasil compara os preços médios dos carros 0 km mais vendidos em janeiro de 2021 em relação aos respectivos preços médios 0 km que tinham em dezembro de 2021. A empresa tem uma base de dados própria e utiliza de análise de dados e Big Data para produzir as análises de precificação de veículos novos e usados.

“O resultado, portanto, significa comparar os preços dos anos modelos 2021, existentes no começo do ano passado, contra os preços da linha 2022 de cada um deles no final do ano”, afirma a consultoria.

Confira as variações de preços:

Marca/ Modelo Posição no ranking da Fenabrave de mais vendidos Preço médio 0 km KBB do ano/modelo 2021 em jan/2021 Preço médio 0 km KBB do ano/modelo 2022 em dez/2021 Variação no preço  (%) 
HYUNDAI CRETA10R$ 90.497,00R$ 122.151,0035,0
FIAT STRADA1R$ 76.986,00R$ 103.114,0033,9
FIAT MOBI9R$ 43.633,00R$ 56.883,0030,4
FIAT ARGO3R$ 64.390,00R$ 83.721,0030,0
HYUNDAI HB202R$ 67.032,00R$ 83.923,0025,2
VOLKSWAGEN GOL8R$ 59.716,00R$ 74.263,0024,4
CHEVROLET ONIX5R$ 68.872,00R$ 83.716,0021,6
JEEP RENEGADE4R$ 117.006,00R$ 141.750,0021,1
FIAT TORO7R$ 142.150,00R$ 167.400,0017,8
JEEP COMPASS6R$ 175.985,00R$ 202.038,0014,8
Calcule os custos para ter um carro
Baixe uma planilha gratuita que compara os gastos de um automóvel com outras opções de mobilidade:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe