Tecnologia

Brasil deve ter unidade da Universidade de Oxford em 2022

Termo de compromisso entre o Ministério da Saúde e a universidade britânica prevê instalação de unidade no país voltada para pesquisa em saúde

Por  Agência Brasil -

O Ministério da Saúde e a Universidade de Oxford, do Reino Unido, assinaram um termo de compromisso para a instalação de uma unidade da instituição no Brasil voltada a pesquisas em saúde, desenvolvimento de vacinas e formação de pesquisadores na área.

Segundo o Ministério da Saúde, será a primeira unidade da instituição educacional nas Américas. A estrutura deverá ser instalada em 2022 e irá conduzir pesquisas sobre vacinas, doenças infecciosas, pesquisas clínicas e saúde global.

Serão ofertados cursos de mestrado, doutorado e atualização para profissionais das áreas de atuação da unidade.

A Universidade de Oxford faz parte do consórcio com a farmacêutica AstraZeneca, que em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) produz e distribui uma das principais vacinas contra a Covid-19 no Brasil, conhecida como Oxford-AstraZeneca.

Conforme o Ministério da Saúde, foram distribuídas 113 milhões de doses desse imunizante até o momento pelo Programa Nacional de Imunizações.

O termo foi assinado na sede da universidade, no Reino Unido. Fazem parte do projeto outras instituições, como a Universidade de Siena e o Institute for Global Health, do Internacional Vaccines Institute.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

Compartilhe