Em minhas-financas / aposentadoria

OAB se posiciona contra "retrocessos" na Previdência e violência de gênero

Entidade promoverá um ato contrário à Reforma 

previdência social
(JB Azevedo/Previdência Social)

SÃO PAULO – A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Comissão da Mulher Advogada publicaram, nesta quarta-feira, o texto “Dia da Mulher: OAB contra retrocessos na Previdência e pelo fim da violência de gênero”. No dia 14 deste mês, haverá um ato organizado pela própria OAB Nacional, em sua sede, contra a Reforma da Previdência.

A entidade havia se posicionado contrariamente à reforma apresentada pelo governo Temer em fevereiro, apontando acreditar que as mudanças, no formato em que estão, dificultam o acesso à aposentadoria.

No que diz respeito às mulheres, juristas afirmam que equiparar as idades para aposentadoria em ambos os gêneros foi uma medida não justificada, já que mulheres continuam ganhando menos e trabalhando mais do que homens, conforme mostram dados nacionais.

“A OAB tem como uma de suas principais bandeiras a defesa dos direitos humanos e da igualdade de gênero. A entidade apoia o movimento das mulheres advogadas contra retrocessos para elas nas propostas de Reforma da Previdência e pelo fim da violência contra as mulheres”, afirma o presidente nacional da Ordem, Claudio Lamachia, no texto.

Além da publicação, as duas entidades lançaram uma campanha estimulando que advogados e advogadas mudem fotos de perfil nas redes sociais com um selo específico apoiando a causa. O selo pode ser acessado neste link

 

Contato