Em minhas-financas / aposentadoria

Temer e deputados entram em acordo sobre datas para Previdência e reforma trabalhista, diz site

De acordo com o Poder 360, relatório da reforma trabalhista será apresentado em março e previdência será votada em abril  

Carteira de trabalho - Carreira - Emprego
(Wikimedia Commons)

SÃO PAULO – Congressistas, ministros e o presidente Michel Temer definiram calendários para as reformas trabalhistas e previdenciárias na noite desta segunda-feira, de acordo com o site Poder 360. O relatório da primeira deve ser apresentado em março e votado na primeira quinzena de abril; enquanto a segunda deve ser votada na segunda quinzena do mês que vem.

Previdência

Deputados terão prazo maior para encaminhar emendas à reforma previdenciária, cujos termos têm gerado controvérsia. Este prazo pode acabar nesta sexta-feira, 10 de março, ou no início da semana seguinte. Inicialmente, os deputados teriam até quarta-feira (8) para apresentar as emendas, data que foi modificada por falta de quórum.

No mês passado, foi protocolada uma proposta de emenda que altera radicalmente o texto apresentado em dezembro, assinada por Paulinho da Força e 300 outros nomes. Até agora, oito emendas à PEC foram encaminhadas no total. Um dos pontos mais controversos é a idade mínima de 65 anos para a aposentadoria de homens e mulheres, com a contribuição mínima de 25.

Segundo o Poder 360, deputados disseram na reunião de segunda que o governo precisa melhorar a comunicação caso queira que a reforma previdenciária seja aprovada.

Com Agência Brasil

 

Contato