Especial Dia das Crianças

7 livros que podem ajudar crianças a entender como lidar com dinheiro

Especialistas sugerem títulos para introduzir a educação financeira em casa, abordando conceitos como consumo, trabalho e disciplina

Criança fazendo uma pilha de moedas
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Ensinar os filhos a ter uma relação saudável com o dinheiro é uma das grandes preocupações dos pais. Afinal, o aprendizado deve se refletir na organização financeira dessa criança no futuro.

Para ajudar na tarefa, o InfoMoney conversou com especialistas em educação financeira e em finanças pessoais para entender como abordar da forma mais clara e didática possível o assunto com as crianças.

Para Cássia D’Aquino, autora e especialista em educação financeira, e Carol Sandler, sócia da assessoria de investimentos Ella’s e fundadora do site Finanças Femininas, um dos pontos fundamentais é adaptar os conhecimentos sobre finanças para a realidade da criança.

“A complicação é a gente que inventa. Há uma linguagem mais acessível e objetiva, é preciso pautar o assunto na realidade da criança”, diz Carol.

Já para Cássia, que é autora dos livros Dinheiro compra tudo?, Como falar de dinheiro com seu filho e Ganhei um dinheirinho, ouvir as crianças é fundamental. “Quem determina quando a conversa deve ser iniciada é a própria criança. Ao pedir algo, ela já compreendeu a existência do dinheiro. Esse momento anuncia que a criança está pronta para receber os primeiros ensinamentos sobre o assunto.”

Leia também:
Como investir para o futuro dos filhos; 5 gestores contam suas experiências
• Previdência: como planejar o futuro dos seus filhos sem pagar imposto?

É importante ressaltar que, embora seja importante ouvir a realidade do filho e adequar os ensinamentos financeiros aos questionamentos da criança, os pais não podem esquecer que suas falas e, principalmente suas ações, terão grande impacto na vida do filho.

“O exemplo dos pais é muito importante. De nada adianta ter um discurso severo e rigoroso se ele mesmo não faz isso na sua vida. As palavras puxam, mas os exemplos empurram”, observa o consultor financeiro Mauro Calil, fundador da Academia do Dinheiro.

A pedido do InfoMoney, os três entrevistados indicaram livros que podem ajudar as crianças a entender melhor sobre finanças e sobre como o dinheiro funciona, e criar nelas um senso de responsabilidade com gastos, além de auxiliar os pais com relação à melhor forma de iniciar a conversa com seus filhos.

Confira as principais sugestões a seguir:

Turma da Keka – Vamos prosperar! Finanças e empreendedorismo para pais e filhos” – Valores Editorial

Escrito pelo economista Marcos Silvestre em parceria com sua filha, Rachel Silvestre, o livro tem formato de quadrinhos e conta com sete histórias que abordam conceitos de finanças e empreendedorismo. O título ainda conta com um material extra de orientações para que pais ou educadores possam explorar as histórias em conjunto com as crianças.

“Crise financeira na floresta” – Geração Editorial

De autoria de Ana Paula Hornos, palestrante e educadora financeira, o livro propõe uma releitura da fábula A Cigarra e a Formiga, ensinando as crianças a economizar desde cedo para, no futuro, serem adultos bem-sucedidos. O livro mostra a importância do trabalho e do ato de poupar recursos, além de abordar os perigos do consumismo desenfreado e do impacto das dívidas no planejamento financeiro.

Valores como solidariedade, honestidade e ética fazem parte das discussões propostas pelo título, que conta ainda com lições práticas sobre como evitar gastos desnecessários com o consumo de bens supérfluos.

“Como se fosse dinheiro” – Editora Salamandra

O livro de Ruth Rocha pode ser uma lição de responsabilidade sobre o real valor da moeda para a criança. A história do livro se baseia em um dono de lanchonete de uma escola que usa balas e chicletes para dar de troco aos alunos, dizendo que as guloseimas são “como se fosse dinheiro”. A narrativa se desenrola quando as crianças passam a acreditar na frase e a levar diversos itens diferentes para pagar os lanches na escola, o que causa desconforto para o proprietário do negócio.

O livro apresenta uma reflexão importante sobre como apenas cédulas e moedas possuem valor real como dinheiro e que essa informação deve ser repassada para as crianças da forma mais clara possível.

“O dinheiro: aprenda a cuidar do seu brincando” – Editora Callis

O livro da escritora Cristina Von promete explicar a origem do dinheiro, além de termos como salário, imposto, orçamento e outros nomes do mundo das finanças de forma simples, para que as crianças possam assimilar facilmente.

O título possui material didático para que pais e educadores acompanhem a criança na leitura e conta também como uma parte destacável para recorte com simulações de moedas, notas, folhas de cheque e cartões de crédito com o objetivo de auxiliar, de forma prática, na compreensão dos temas.

“Como conquistar seu próprio dinheiro” – Synopsys Editora

Escrito pela planejadora financeira Eliane Jaqueline Metzner e seu filho, Erico Debesaitis Metzner, o livro conta a história de um garoto de 12 anos que precisa se organizar com o dinheiro da mesada. O enredo é baseado na vida de Erico, que recebe dos pais uma semanada desde os seis anos e a administra sozinho. Hoje com 15 anos, o jovem continua a escrever livros sobre finanças pessoais e divide seu tempo entre as carreiras de autor, palestrante e aluno do ensino médio.

“Sim! Dinheiro é assunto para crianças!” – Editora Scrittore

Calil indica o livro de autoria de Carlos Eduardo Costa diretamente para os pais que desejam ter uma conversa amigável e didática com os filhos sobre dinheiro, mas ainda não sabem como. A premissa de “Sim! Dinheiro é assunto para crianças!” é que o livro ajude os pais a tratar com naturalidade o assunto com seus filhos, com a máxima de que crianças que aprendem o valor do dinheiro se tornam adultos mais bem preparados.

Educação financeira na família: como falar de dinheiro com crianças” – Editora Roca

Escrito pelas psicólogas Andreza Maria Neves Manfredini Tobias e Ceneide Maria de Oliveira, este é um livro voltado tanto a especialistas quanto aos pais, ao abordar a forma como as famílias lidam com o dinheiro e como conversar sobre o tema com as crianças. O título mostra como os filhos podem colaborar e compreender a economia, o consumo e demais aspectos ligados ao uso do dinheiro para a formação de uma boa educação financeira.

Já pensou em fazer uma reserva financeira para a faculdade dos filhos? Invista. Abra sua conta na XP Investimentos – é grátis