Holding da Vale

XP mantém recomendação compra para Bradespar (BRAP4) após distribuição de proventos, mas reduz preço-alvo

Analistas da casa incorporaram os níveis de caixa mais baixos da holding em razão da forte distribuição de caixa recente

Por  Equipe InfoMoney -

Correção: o preço-alvo da Bradespar foi reduzido de R$ 37,50 para R$ 32,80. O texto abaixo foi corrigido

Os analistas da XP atualizaram as suas estimativas para as ações da Bradespar (BRAP4) após a distribuição de proventos no final de dezembro.

Andre Vidal e Thales Carmo, analistas da casa, mantiveram em relatório recomendação de compra para Bradespar, reduzindo o preço-alvo de R$ 37,50 para R$ 32,80 por ativo, o que configura um potencial de valorização de 33,06% em relação ao fechamento da última segunda-feira (3)

Os analistas avaliam que esta atualização incorpora os níveis de caixa mais baixos da holding em razão da forte distribuição de caixa recente.

A redução de capital foi implementada em 20 de dezembro de 2021, seguindo a proporção de 0,332373453 ação de emissão da Vale (VALE3) para cada ação de emissão da Bradespar. Adicionalmente, foram pagos dividendos no montante de R$ 6,04 por ação. Com isso, a holding ficou com um caixa líquido de R$ 291.441 (ante a R$ 4.578.380 antes do pagamento).

Leia mais: Dividendos: Bradespar, Vale e Petrobras podem oferecer maiores rendimentos em 2022, diz Economatica

Adicionalmente, a XP afirma que segue otimista com a Bradespar devido ao significativo potencial de valorização da Vale. Por fim, mantém o desconto de holding justo de 20% e, portanto, prefere Vale em vez de Bradespar.

Segundo a XP, os principais riscos para a tese de investimento na Vale são aqueles relacionados à recuperação da demanda na China. Mesmo que a crise energética na China tenha começado a diminuir e as restrições à produção de aço também estejam sendo reduzidas gradualmente, a demanda poderá não se recuperar completamente conforme os projetos de construção chegam à conclusão e o pipeline de novos projetos diminui.

Desde novembro de 2020, a Vale se tornou uma corporation (empresa sem controle definido) e a Bradespar deixou de fazer parte do controle da companhia. Desde então, já se especula a diminuição da participação da holding na Vale (saiba mais clicando aqui). No comunicado, a Bradespar diz que distribuiu as ações para ajustar o valor do seu capital social, “que se mostra excessivo às suas efetivas necessidades”, segundo apontou na ocasião.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui!

Compartilhe