VTEX vê prejuízo cair para US$ 322 mil no quarto trimestre de 2022

GMV atingiu US$ 3,9 bilhões no 4T22, representando um aumento anual de 34,4% em dólares e 29,2% em base neutra em câmbio

Felipe Moreira

Mariano Gomide de Faria e Geraldo Thomaz, cofundadores da VTEX (Reprodução/VTEX Blog)

Publicidade

A plataforma de software de comércio eletrônico VTEX, cuja ação é negociada na Nasdaq, obteve prejuízo líquido de U$ 323 mil no quarto trimestre de 2022 (4T22) ante prejuízo de US$ 10,6 milhões reportado no mesmo intervalo de 2021.

O prejuízo por ação foi de US$ 0,002 contra US$ 0,056 de um ano antes.

O volume bruto negociado (GMV, na sigla em inglês) atingiu US$ 3,9 bilhões no quarto trimestre de 2022, representando um aumento anual de 34,4% em dólares e 29,2% em base neutra em câmbio.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais:

A receita total aumentou para US$ 45,5 milhões no quarto trimestre de 2022, de US$ 37,1 milhões no quarto trimestre de 2021, representando um aumento anual de 22,5% em dólares e 19,6 % em base neutra em câmbio.

A receita de assinatura, por sua vez, representou 93,9% da receita total e aumentou para US$ 42,7 milhões no quarto trimestre de 2022, de US$ 34,5 milhões no quarto trimestre de 2021, um aumento anual de 23,8% em dólares e 20,1% em base neutra em câmbio.

Continua depois da publicidade

O número total de funcionários da VTEX diminuiu para 1.347 em 31 de dezembro de 2022, representando uma redução de 22% na base anual e uma redução de 4,1% na base triemstral.

O lucro bruto da assinatura foi de US$ 31,4 milhões no quarto trimestre de 2022, em comparação com US$ 24,1 milhões no quarto trimestre de 2021, representando um aumento anual de 30,2% em dólares e 25,0% em uma base neutra em câmbio.

A margem bruta da assinatura foi de 73,5% no quarto trimestre de 2022, em comparação com 69,9% no mesmo trimestre de 2021. A margem de lucro bruto da assinatura, expansão anual de 359 bps, foi atribuída principalmente a eficiências operacionais de custos de hospedagem, otimização de custos de suporte entre outros impactos.

O fluxo de caixa livre positivo foi de US$ 2,5 milhões durante o quarto trimestre de 2022, em comparação com um fluxo de caixa livre negativo de US$ 3,3 milhões no terceiro trimestre de 2022 e US$ 21,3 milhões no mesmo trimestre de 2021.