Tragédia

Vale (VALE3) deposita mais R$ 1,2 bilhão referente a acordo de reparação por Brumadinho

A mineradora esclarece que já desembolsou R$ 18,5 bilhões até agora 

Por  Equipe InfoMoney

A Vale (VALE3) informou ter efetuado depósito no valor de R$ 1,2 bilhão referente ao Acordo de Reparação por Brumadinho. O valor depositado em juízo será transferido ao Estado de Minas Gerais e revertido em projetos para melhoria de mobilidade urbana e serviços públicos, como pavimentação de estradas e reformas de hospitais.

O Acordo de Reparação, firmado em fevereiro de 2021 entre a empresa, o governo de Minas e instituições de justiça prevê que a Vale desembolse R$ 37,7 bilhões para reparar danos coletivos causados pelo rompimento da barragem de Brumadinho, em 25 de janeiro de 2019. A mineradora já desembolsou R$ 18,5 bilhões até agora.

A Vale explica que o valor depositado nesta terça-feira (31) corresponde ao pagamento das terceiras parcelas, corrigidas pela inflação, para o Programa de Mobilidade Urbana de Minas Gerais. A mineradora também esclareceu que algumas obrigações do Acordo de Reparação já foram integralmente quitadas.

“Também foi transferido integralmente o saldo dos R$ 4,4 bilhões para implantação do Programa de Transferência de Renda (PTR), solução definitiva para os pagamentos emergenciais aos atingidos, pagos entre abril de 2019 e outubro de 2021 pela Vale”, afirma a mineradora.

Leia mais: Vale (VALE3): Acordos individuais firmados pela mineradora por caso de Brumadinho superam R$ 3 bilhões

O PTR é gerido por instituições de justiça, sem a participação da Vale, e operacionalizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe