Guerra na Europa

‘Ucrânia é uma cena de crime’, diz procurador do Tribunal Penal Internacional

Representantes da corte estão coletando provas sobre possíveis crimes de guerra em Bucha, cidade onde mais de 400 corpos de civis foram encontrados

Por  ANSA Brasil

O procurador do Tribunal Penal Internacional (TPI), Karim Khan, foi à cidade de Bucha nesta quarta-feira (13) para verificar e coletar provas sobre possíveis crimes de guerra cometidos pelos russos na guerra da Ucrânia.

“A Ucrânia é uma cena de crime. Estamos aqui porque temos motivos razoáveis para acreditar que foram cometidos crimes no âmbito da jurisdição do tribunal”, disse Khan a jornalistas que acompanhavam a comitiva. “Precisamos dissolver a névoa da guerra para chegar à verdade”.

A cidade de Bucha foi retomada pelas forças ucranianas em 1º de abril, após cerca de 30 dias de ocupação russa, e centenas de corpos de civis foram encontrados nas ruas da cidade, além de valas comuns em parques.

Muitos dos corpos apresentavam sinais de torturas, mãos amarradas e sinais de estupros, e as cenas chocaram o mundo.

Os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, acusaram a Rússia de Vladimir Putin de  genocídio.

Leia também:

Diversos governos também apresentaram denúncias no TPI contra a ação militar, antes mesmo do massacre em Bucha, e em 3 de março a corte abriu uma investigação formal, por isso o procurador está no país.

Nem a Rússia nem a Ucrânia fazem parte do tribunal, mas Kiev aceitou a jurisdição da corte para crimes cometidos em seu território pela invasão russa da Crimeia, ainda em 2014.

Naquele ano, o governo russo anexou a península ucraniana de maneira unilateral, além de incentivar os separatistas pró-Rússia da região do Donbass (em fevereiro, Putin reconheceu a independência de Donetsk e Luhansk).

Versão da Rússia

Na terça-feira (12), Putin voltou a negar as acusações dos ucranianos e disse que Kiev criou um “cenário falso” em Bucha para provocar comoção.

Outras autoridades russas afirmaram que os corpos foram colocados de maneira a impressionar e que as tropas do país “não mataram nenhum civil na Ucrânia”.

Disseram também que muitos dos corpos encontrados tinham sinais de falecimento de muitos dias antes da retomada do controle da cidade pela Ucrânia.

Além de Bucha, cidade que fica a cerca de 25 km da capital, outras localidades próximas relataram o mesmo cenário de horror após a chegada dos ucranianos.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe