Espiral da morte?

Terra (LUNA) volta a ser negociada após suspensão da blockchain

O preço do LUNA caiu de quase US$ 120 no início de abril para entre US$ 0,01 e US$ 0,02 hoje (12)

Por  CoinDesk -

A blockchain Terra (LUNA) reiniciou, na tarde desta quinta-feira (12) depois que os validadores interromperam brevemente a rede para implementar um pacote de segurança para evitar que a blockchain sofresse um ataque depois que o token caiu para menos de US$ 0,02 no início do dia.

Um explorador de blocos confirmou ao CoinDesk que a rede foi reiniciada depois que a Terraform Labs, a empresa por trás do ecossistema Terra, tuitou que a rede havia parado na altura do bloco 7603700.

A Terraform disse que o preço do LUNA caiu muito baixo para “prevenir ataques de governança”, citando a inflação de LUNA como um fator. O preço do LUNA caiu de quase US$ 120 no início de abril para menos de dois centavos hoje.

O preço da LUNA caiu de quase US$ 120 no início de abril para entre US$ 0,01 e US$ 0,02 hoje.

A interrupção da blockchain significa que nenhuma transação com UST, LUNA ou outras criptomoedas da Terra pode ser processada. Os detentores de tokens terão que esperar que a blockchain reinicie.

A Terraform disse que os validadores da rede irão “coordenar” o reinício da rede em breve. O preço do LUNA caiu mais de US$ 80 em três dias.

Leia mais:

A TerraUSD (UST), uma das stablecoins pareadas, quebrou sua indexação na segunda-feira, caindo para US$ 0,37 no momento desta publicação.

A Terraform emitiu mais de 1 bilhão de LUNAs como oferta circulante como parte de um esforço para reduzir a pressão de venda vista desde segunda-feira.

A stablecoin UST, que deveria manter a paridade de preços com o dólar americano, perdeu sua indexação no último fim de semana, mas se recuperou brevemente.

Ela caiu novamente na segunda-feira, para uma mínima de US$ 0,27, mas ainda não recuperou sua paridade com o dólar.

O token de governança LUNA, que deve atuar como um buffer mantendo o UST em US$ 1, perdeu valor em conjunto, mas só chegou a valer menor que a UST entre ontem e hoje.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe