Investimentos no setor

Telefônica (VIVT3) cria fundo Vivo Ventures para investir em startups

O fundo terá o objetivo de investir em startups focadas em soluções inovadoras e que possam acelerar o crescimento do ecossistema B2C da companhia

Por  Felipe Moreira

O Conselho de Administração da Telefônica (VIVT3) aprovou, nesta segunda-feira (11), a constituição de um fundo de Corporate Venture Capital, em conjunto com a Telefónica Open Innovation, denominado Vivo Ventures (VV).

O fundo terá o objetivo de investir em startups focadas em soluções inovadoras e que possam acelerar o crescimento do ecossistema B2C da companhia.

O VV prevê um aporte estimado de R$ 320 milhões, que serão investidos ao longo de seus 5 primeiros anos, em startups nos segmentos de saúde, finanças, educação, entretenimento, casa inteligente, marketplace, dentre outros.

A Companhia será titular de 98% do capital subscrito do VV e a Telefónica Open Innovation de 2%.

Por meio do VV, a Telefônica pretende fomentar a expansão de seu ecossistema digital mediante a criação de parcerias significativas com startups.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe