Seis em dez consumidores não comprarão presente para o Dia das Crianças

Aqueles que pretendem fazer aquisições gastarão pouco menos de R$ 67. A maioria, quase 85%, afirma que pagará à vista

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Seis em cada dez consumidores não abrirão a carteira para comprar um presente para o Dia das Crianças. Esse é um dos pontos mostrados em pesquisa realizada pela Ipsos Public Affairs a pedido da ACSP (Associação Comercial de São Paulo). Conforme os dados, divulgados nesta segunda-feira (8), 33% dos entrevistados pretendem fazer aquisições e 10% não sabem ou não responderam.

Mulheres estão mais sensibilizadas com o 12 de outubro do que os homens: 36% delas afirmam que irão às compras, enquanto que, entre eles, a proporção é de 30%. Ao todo, foram entrevistadas mil pessoas entre 24 e 30 de setembro em nove regiões metropolitanas.

Formas de pagamento

A expectativa dentre aqueles que afirmam que comprarão algum presente é de gasto pouco inferior a R$ 67. A maioria, quase 85%, afirma que o fará à vista, contra 12% que pretendem parcelar e outros 3% que ainda não sabem.

Consumidores do Sul são aqueles com maior intenção de compra e maior pretensão de pagamento no ato. No Sudeste, está a menor proporção de expectativa para a aquisição de um presente para a data, apesar de esta região concentrar a maior aposta em parcelamento do gasto.

Perfil por região
LocalidadeExpectativa de compraPagamento à vistaPagamento parcelado
Nordeste32%89%8%
Norte/Centro-Oeste37%84%16%
Sudeste28%77%18%
Sul48%92%5%

Fonte: Ipsos Public Affairs/ACSP

Por idade

A maior intenção de compra está para pessoas com idade entre 25 e 34 anos (45%) e 35 e 44 anos (40%). Esta última faixa etária também é a que possui maior intenção de parcelamento (18%), seguida dos consumidores entre 45 e 49 anos (16%).

Compartilhe