Resultado da incorporadora

Helbor (HBOR3) tem baixa de 60,3% no lucro no 1º trimestre de 2022, para R$ 10,8 mi

A receita líquida somou R$ 210,5 milhões entre janeiro e março deste ano, queda de 12,3% na comparação com igual etapa de 2021.

Por  Felipe Moreira

A incorporadora Helbor (HBOR3) registrou lucro líquido atribuído ao controlador de R$ 10,8 milhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), uma redução de 60,3% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado caiu 1,4% no 1T22, totalizando R$ 30,8 milhões.

A receita líquida somou R$ 210,5 milhões entre janeiro e março deste ano, queda de 12,3% na comparação com igual etapa de 2021.

Já a margem Ebitda (Ebitda sobre receita líquida) ajustada atingiu 19,5% nos três primeiros meses do ano, alta de 1,9 ponto percentual (p.p.) frente a margem registrada em 1T21.

A construtora atribui o recuo da receita ao menor volume de vendas de unidades prontas e em construção entre os períodos e maior quantidade de vendas nos lançamentos.

O resultado financeiro líquido foi positivo em R$ 2,9 milhões no primeiro trimestre de 2022, um aumento de 350,4% em relação a mesma etapa de 2021.

O lucro bruto atingiu a cifra de R$ 58,8 milhões no primeiro trimestre de 2022, um aumento de 3,6% na comparação com igual etapa de 2021. A margem bruta foi de 28% no 1T22, alta de 4,3 p.p. frente a margem do 1T21.

No 1T22, o despesas gerais e administrativas totalizou R$ 24,4 milhões, um aumento de 4,7% se comparado com o mesmo período de 2021, impactado negativamente pelas maiores despesas legais entre os períodos, parcialmente compensado pela menor despesa com pessoal.

A dívida líquida da companhia ficou em R$ 1,007 bilhão no final de março de 2022, uma elevação de 7,4% em relação ao mesmo período de 2021.

O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/patrimônio líquido, ficou em 52,8% em março/22, queda de 1,2 p.p. em relação ao mesmo período de 2021.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe