Avanços?

Putin vê “certas mudanças positivas” nas negociações com a Ucrânia, mas não dá detalhes

Presidente russo acrescentou ainda acrescentando que as conversações continuaram “praticamente todos os dias”

Por  Equipe InfoMoney -

(Reuters) – O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta sexta-feira que houve algum progresso nas negociações de Moscou com a Ucrânia, mas não forneceu detalhes.

“Há certas mudanças positivas, dizem-me os negociadores do nosso lado”, disse Putin em uma reunião com seu homólogo bielorrusso, Alexander Lukashenko, acrescentando que as conversações continuaram “praticamente todos os dias”.

Putin não elaborou, mas disse nos comentários transmitidos pela TV que iria entrar em mais detalhes com Lukashenko.

Reagrupamento

Nesta manhã, também foi informado que forças russas que atacam Kiev estavam se reagrupando a noroeste da capital ucraniana, conforme mostraram imagens de satélite, e o Reino Unido disse nesta sexta-feira que Moscou pode estar planejando um ataque à cidade dentro de dias.

A Ucrânia acusou as forças russas de atacar um hospital psiquiátrico perto da cidade de Izyum, no leste da Ucrânia, no que o governador regional chamou de “um ataque brutal a civis”. Os serviços de emergência disseram que ninguém ficou ferido, pois os pacientes já estavam abrigados no porão.

Não houve comentários imediatos de Moscou.

A Rússia tem atacado cidades da Ucrânia enquanto sua principal força de ataque ao norte de Kiev está paralisada nas estradas desde os primeiros dias da invasão, tendo fracassado no que os países ocidentais dizem ser um plano inicial para um ataque relâmpago à capital.

Imagens divulgadas pela empresa privada de satélites norte-americana Maxar mostraram unidades blindadas manobrando dentro e perto de cidades próximas a um aeroporto em Hostomel, nos arredores do noroeste de Kiev, local de intensos combates desde que a Rússia desembarcou paraquedistas lá nas primeiras horas da guerra.

Outros elementos foram reposicionados perto do pequeno assentamento de Lubyanka, ao norte, com morteiros rebocados em posições de tiro, disse a Maxar.

“A Rússia provavelmente está procurando redefinir e reposicionar suas forças para uma atividade ofensiva renovada nos próximos dias”, disse o Ministério da Defesa do Reino Unido em uma atualização de inteligência. “Isso provavelmente incluirá operações contra a capital Kiev.”

Segundo a atualização britânica, as forças terrestres russas ainda estavam fazendo apenas um progresso limitado, prejudicadas por problemas logísticos persistentes e pela resistência ucraniana.

A Ucrânia disse que as forças russas estão se reagrupando depois de sofrer grandes perdas. Em sua declaração noturna sobre a situação do campo de batalha, o Estado-Maior ucraniano também afirmou que havia empurrado as forças russas de volta para “posições desfavoráveis” no distrito de Polyskiy, uma área que fica perto da fronteira com Belarus e na retaguarda da principal coluna russa em direção a Kiev.

Oleh Synegubov, governador da região de Kharkiv, disse que 330 pessoas estavam no hospital psiquiátrico quando foi atingido: “Este é um crime de guerra contra civis, genocídio contra a nação ucraniana”, escreveu ele no aplicativo de mensagens Telegram.

O ataque relatado ocorreu menos de dois dias depois que a Rússia bombardeou uma maternidade na cidade portuária de Mariupol, no sul, um ataque que Washington chamou de crime de guerra. A Ucrânia disse que mulheres grávidas estavam entre os feridos lá; a Rússia declarou que o hospital não estava mais funcionando e era ocupado por combatentes ucranianos quando foi atingido.

Pelo sétimo dia consecutivo, a Rússia anunciou planos de cessar-fogo para permitir que civis deixem Mariupol, local da pior emergência humanitária da Ucrânia, com centenas de milhares de pessoas sitiadas sem comida, água, aquecimento ou energia.

A Ucrânia disse que tentará mais uma vez realizar uma retirada da cidade: “Esperamos que funcione hoje”, disse a vice-primeira-ministra Iryna Vereshchuk.

Todas as tentativas anteriores de chegar a Mariupol falharam com ambos os lados acusando-se mutuamente de não respeitar o cessar-fogo.

(com Reuters)

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe