Procon-SP: 19 produtos da cesta básica ficam mais caros esta semana

Preços do feijão carioquinha, com 11,16% de variação, e do quilo da salsicha avulsa, com 8,49%, foram os que mais subiram

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Os paulistanos pagaram mais por 19 itens que compõem a cesta básica esta semana. Os destaques foram o pacote de um quilo de feijão carioquinha e o quilo de salsicha avulsa, cujos preços subiram, respectivamente, 11,16% e 8,49% entre os dias 11 e 18 de outubro.

De acordo com o levantamento do Procon-SP divulgado nesta quinta-feira (18), o preço do feijão carioquinha passou de R$ 2,15 para R$ 2,39, em média. Por sua vez, o quilo da salsicha avulsa passou de R$ 3,18 para R$ 3,45 no período analisado.

Além disso, dos 31 produtos analisados pela entidade, 9 pesaram menos no bolso do consumidor e 3 apresentaram estabilidade no preço.

Cesta registra alta

No geral, o custo da cesta básica passou de R$ 237,51 em 11 de outubro para R$ 243,02 no dia 18 de outubro, o que representa alta de 2,32%. A maior variação positiva, de 3,14%, foi verificada entre os produtos do grupo de Higiene Pessoal, que passaram de R$ 20,71 para R$ 21,36.

Considerando o grupo Alimentação, o Procon-SP aponta uma alta de 2,30% no preço dos 22 produtos, que passaram de R$ 190,72 para R$ 195,11. Já os 4 produtos de Limpeza registraram alta de 1,80% no preço, sendo que o valor passou de R$ 26,08 para R$ 26,55.

Destaques

Além do feijão carioquinha e do quilo da salsicha avulsa, outras duas altas de preço merecem destaque: a da unidade de sabão em barra e a do quilo da carne de primeira, que ficaram 5,77% e 5,57% mais caros, respectivamente (de R$ 0,52 para R$ 0,55, e de R$ 8,80 para R$ 9,29, nesta ordem).

Por outro lado, a maior queda de preço da semana ocorreu com o pacote de cinco quilos do açúcar refinado, que passou de R$ 4,86 em 11 de outubro para R$ 4,52 no dia 18, o que representa 7% de variação.

Em seguida, vieram os preços do quilo da cebola (-5,22%, de R$ 1,34 para R$ 1,27), do quilo de batata (-5,16%, de R$ 1,55 para R$ 1,47) e do detergente líquido (-2,63%, de R$ 0,76 para R$ 0,74).

Compartilhe