Procon-SP: 15 produtos da cesta básica ficam mais caros esta semana

Desodorante spray, margarina, papel higiênico e salsicha foram os itens que mais tiveram aumento de preço

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Os paulistanos pagaram mais por 15 itens que compõem a cesta básica esta semana. Os principais destaques foram o desodorante spray e a margarina, cujos preços subiram, respectivamente, 8,05% e 6,33% entre os dias 22 e 28 de junho.

De acordo com o levantamento do Procon-SP divulgado nesta quinta-feira (28), a embalagem de desodorante spray passou de R$ 1,74 para R$ 1,88, em média. Já o pote de margarina foi de R$ 0,79 para R$ 0,84 no período analisado.

11 produtos mais baratos

Dos 31 produtos analisados pela entidade, 11 pesaram menos no bolso do consumidor e 5 apresentaram estabilidade no preço. No geral, o custo da cesta básica passou de R$ 225,14 em 21 de junho para R$ 226,05 no dia 28 (+0,40%).

Considerando os 22 itens do grupo de Alimentação, houve estabilidade, sendo que o preço dos produtos ficou em R$ 178,10.

Para os 5 produtos de Higiene Pessoal, houve elevação de 3,39%, de R$ 21,26 para R$ 21,98. Já no segmento de Limpeza, o acréscimo foi de 0,70%, sendo que o custo médio das 4 mercadorias passou de R$ 25,79 para R$ 25,97.

Destaques

Entre as principais quedas da semana, está a do quilo da cebola, cujo preço passou de R$ 1,89 em 21 de junho para R$ 1,79 no dia 28, o que significa 5,29% de variação negativa.

Em seguida, vieram o preço do pacote de açúcar refinado, que caiu de R$ 5,35 para R$ 5,19 (-2,99%); do quilo da lingüiça fresca, que foi de R$ 5,45 para R$ 5,32 (-2,39%); e do quilo da batata, que passou de R$ 1,55 para R$ 1,52 (-1,94%).

Por fim, além do desodorante e da margarina, outras três altas de preço merecem destaque: a do pacote de papel higiênico branco, que ficou 5,88% mais caro; a do quilo da salsicha avulsa, cuja elevação foi de 3,82%; e a do pacote de absorvente aderente (+2,53%).

Compartilhe