Preços da Vivax serão os mesmos da NET; fusão começa na segunda

Serão atingidas as cidades de Bragança Paulista e Atibaia. Pacotes promocionais serão vendidos a partir de R$ 54,90

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Após obter aprovação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e das assembléias de acionistas, a NET Serviços iniciará, na próxima segunda-feira (25), a integração das operações Vivax. O processo será iniciado nas cidades de Bragança Paulista e Atibaia, no interior de São Paulo.

O primeiro passo é igualar os preços cobrados pelas duas empresas. Os pacotes vendidos pela NET variam de R$ 59,90 a R$ 349,90, de acordo com o produto e os tipos de acessos fornecidos. Já a Vivax cobra de R$ 54,90 a R$ 104,90. Mas, em um primeiro momento, para os dois municípios do projeto experimental, serão oferecidos pacotes promocionais a partir de R$ 54,90.

Avaliando o cliente

“Nosso objetivo é avaliar como o cliente Vivax receberá a mudança da marca e os novos produtos, além de adaptar os processos operacionais”, afirmou Francisco Valim, presidente da NET.

Foi informado que os contratos já firmados por clientes da Vivax serão mantidos e só sofrerão alteração, caso haja interesse do consumidor. Como forma de incentivo, a idéia é oferecer condições especiais. Por possuir pacotes de programação com mais números de canais, os preços empregados pela NET são maiores do que os da empresa comprada.

Integração

Até o final do último trimestre deste ano, prazo previsto para finalizar o processo de integração, a NET planeja o lançamento de NET Vírtua e NET Fone via Embratel e dos pacotes NET Combo, que incluem serviço telefônico via serviço de voz sobre IP (VoIP).

“Até o final de 2007, estimamos que 97% da rede Vivax estará habilitada para oferecer NET Fone via Embratel”, afirmou.

Barateamento

A tendência é que, com a fusão das duas empresas, serviços de TV a cabo e internet banda-larga fiquem mais baratos.

De acordo com o superintendente de Serviços de Comunicação de Massa da Anatel, Ara Apkar Minassian, como a companhia resultante terá mais representatividade no mercado, as demais operadoras presentes em São Paulo serão forçadas a melhorar seus produtos, como forma de garantir a competitividade. E isso garante economia – ou serviços de maior qualidade – ao consumidor.

Para se ter uma idéia, atualmente a rede de cabos da Net atinge cerca de 7,2 milhões de domicílios. Somada à rede da Vivax, o total de casas e apartamentos cabeados subirá para 8,4 milhões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Compartilhe