Prato básico do paulistano fica 20% mais caro em setembro

Arroz, feijão, batata, carne e tomate saíam por cerca de R$ 90 no nono mês de 2006, passando para R$ 105 agora em 2007

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – O prato básico do paulistano – com arroz, feijão, batata, carne e tomate – está mais caro neste ano. Conforme pesquisa do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o conjunto de produtos pesou 20% a mais no bolso do consumidor entre setembro de 2006 e o mesmo período deste ano. Na média, o preço foi de quase R$ 90 para algo em torno de R$ 105.

Levando em consideração o salário mínimo (R$ 380), é necessário trabalhar mais de 60 horas para poder comprar esses alimentos. Analisando que cada turno de trabalho tem algo em torno de oito horas, são mais de sete dias e meio despendidos apenas para a aquisição desses produtos.

De quanto para quanto

Um dos itens que mais encareceu foi o arroz. Três quilos do grão saíam, em setembro, por R$ 15,08, contra R$ 10,85 no mesmo mês de 2006 – uma alta de quase 40%. Apenas esse item consome praticamente nove horas de trabalho – um dia de trabalho, levando em consideração a mesma carga horária.

Batata é o segundo componente do grupo com maior encarecimento na passagem de um ano. Seis quilos do tubérculo, que antes custavam R$ 6,78, eram comprados no mês passado por R$ 8,64 (27% a mais), consumindo meio dia de serviço. Veja a tabela completa:

Prato básico
ItemPreço em setembro de 2006Preço em setembro de 2007VariaçãoHoras de trabalho
em setembro de 2007
6 quilos de carneR$ 53,52R$ 59,2210,65%34h17
4,5 quilos de feijãoR$ 10,85R$ 15,0838,99%8h44
3 quilos de arrozR$ 4,11R$ 4,5911,68%2h39
6 quilos de batataR$ 6,78R$ 8,6427,43%5 horas
Nove quilos de tomateR$ 14,67R$ 18,2724,54%10h35

Fonte: Dieese

A cesta básica completa do paulistano atingiu R$ 194,34 em setembro.

Compartilhe