Em mercados / politica

25 candidatos disputam vaga de Sérgio Moro na Justiça Federal em Curitiba; conheça o favorito

Nome do paranaense Luiz Antônio Bonat deve ser confirmado pelo TRF-4, em sessão a partir das 16h

Luiz Antônio Bonat
(TRF-4/Divulgação)

SÃO PAULO - O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) anuncia, nesta sexta-feira (8), o juiz que ocupará a vaga de Sérgio Moro na 13ª Vara Federal de Curitiba (PR). Dentre os 25 candidatos inscritos, as expectativas são de que seja confirmado o paranaense Luiz Antônio Bonat, 64 anos, de acordo com o critério de tempo de serviço.

O nome do magistrado passará por julgamento pelo Conselho de Administração do TRF-4, em sessão marcada para as 16h (horário de Brasília). Somente após esse procedimento a nomeação poderá ocorrer. Apenas juízes da 4ª Região, que abrange o Sul do país, podiam se candidatar.

Entre as funções do substituto de Sérgio Moro – que deixou o cargo para comandar o Ministério da Justiça e Segurança Pública do governo Jair Bolsonaro – está a de julgar processos da operação Lava Jato na primeira instância, atualmente sob responsabilidade da juíza substituta Gabriela Hardt.

Hardt foi a responsável pela condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso envolvendo o sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP). Foi a segunda condenação do petista em primeira instância. Em julho de 2017, Lula foi condenado por Moro a 9 anos e seis meses de prisão – pena ampliada para 12 anos e 1 mês, por unanimidade, pelos desembargadores da 8ª Turma do TRF-4. Há outros processos contra o petista na jurisdição de Curitiba.

Quem é Luiz Antônio Bonat

Natural de Curitiba, Luiz Antônio Bonat atua como juiz federal desde 1993. Ele já exerceu o cargo na 1ª Vara de Foz do Iguaçu (PR), na 3ª Vara Federal de Curitiba, na 1ª Vara Federal de Criciúma (SC) e, atualmente, trabalha na 21ª Vara Federal de Curitiba, especializada em casos da área previdenciária.

Antes de assumir como juiz federal, Bonat atuou na Justiça Federal como servidor, nos cargos de auxiliar e técnico judiciário e, depois, como diretor de Secretaria. Ele é formado em Direito pela UFPR (Universidade Federal do Paraná) e tem especialização em Direito Público pela mesma instituição.

Seja sócio das maiores empresas da bolsa com TAXA ZERO de corretagem! Clique aqui e abra uma conta na Clear!

 

Contato