Em mercados / politica

Oscar 2019: com 7 indicações, "Vice" conta os bastidores do governo George W. Bush

Apesar de não ser favorito para vencer melhor filme, longa sai na frente na corrida para melhor ator e maquiagem

Vice
(Divulgação)

SÃO PAULO - A Academia de Cinema de Hollywood divulgou nesta terça-feira (22) a lista de indicados ao Oscar 2019 e entre os principais candidatos na disputa está "Vice", filme que promete contar os bastidores de um dos governos dos Estados Unidos mais polêmicos dos últimos anos, o de George W. Bush.

Indicado em 7 categorias, o longa é favorito em pelo menos duas: melhor ator e melhor figurino. Tudo isso por conta de uma elogiada atuação de Christian Bale (muito conhecido pelo papel de Batman na trilogia de Christopher Nolan).

Conhecido por suas transformações nos filmes, Bale está irreconhecível no papel principal, do vice-presidente de Bush (vivido por Sam Rockwell), Dick Cheney, e tem sido muito elogiado pela crítica. Seu favoritismo se dá por ter ganhado praticamente todos os prêmios considerados prévias do Oscar.

O filme conta a história de Cheney, que antes de ser vice no governo que criou a "Guerra ao Terror" e enfrentou o 11 de setembro, teve uma longa jornada na política, sendo Chefe de Gabinete da Casa Branca na década de 1970 e Secretário de Defesa dos EUA entre 1989 e 1993.

Dirigido por Adam McKay, "Vice" tem sido muito elogiado por manter a linguagem fácil de seu último longa, "A Grande Aposta", mesmo em um assunto complexo. Além disso, o tom sarcástico e as piadas sobre o mundo político têm rendido excelentes críticas ao longa, que apesar disso está longe de ser favorito na principal categoria do Oscar.

"Vice" está indicado a 7 categorias no Oscar 2019: melhor filme, diretor (Adam McKay), atriz coadjuvante (Amy Adams), ator coadjuvante (Sam Rockwell), ator (Christian Bale), roteiro original e maquiagem e cabelo. Sua estreia nos cinemas brasileiros está marcada para 31 de janeiro.

Confira o trailer abaixo:

 

Contato