Em mercados / politica

Amoêdo é o candidato que mais cresce nas buscas do Google

Candidato à presidência pelo partido Novo, João Amoêdo hoje só fica atrás de Jair Bolsonaro no índice de interesse das buscas do Google

Google - sem bolsonaro - 12 meses

Apesar dos resultados ainda tímidos nas pesquisas eleitorais, com percentuais de intenção de votos entre 2% e 4% nas pesquisas mais recentes, João Amoêdo (Novo) é o candidato que mais cresce nas buscas realizadas no Google. 

A análise, feita via Google Trends, mostra que nas últimas semanas o interesse por Amoêdo ficou acima de Marina Silva, Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e Fernando Haddad - todos eles com maior intenção de votos que o candidato do partido Novo.

 Acima dele, Jair Bolsonaro lidera o ranking de pesquisas (e também as pesquisas de intenção de votos) com sobras, com interesse entre três e quatro vezes maior que o de Amoêdo. Porém, como veremos adiante, o interesse pelo ex-capitão do Exército teve queda no último mês. 

No gráfico abaixo, para os últimos 30 dias, Ciro Gomes é quem teve o pico de buscas mais alto, no dia 10 de agosto - o dia do 1º debate eleitoral, na TV Bandeirantes, que não teve a participação de Amoêdo. Desde então, as buscas por Ciro tiveram queda e se estabilizaram. 

sem_bolsonaro_-_30_dias

Já as buscas por João Amoêdo tiveram grande crescimento a partir do dia 14 de agosto. Neste dia, o candidato divulgou sua lista de bens e patrimônio - com R$ 425 milhões, trata-se do presidenciável mais rico na disputa.

O crescimento do interesse pelo ex-executivo do setor bancário fica mais claro ao considerarmos as buscas no Google nos últimos 12 meses. Em agosto, as buscas pelo seu nome dispararam, alcançando mais que o dobro do patamar de Ciro Gomes.

sem_bolsonaro_-_12_meses

O aumento nas buscas parece se refletir nas últimas pesquisas eleitorais. No último levantamento do Datafolha, pela primeira vez Amoêdo chegou a 2%, superando Henrique Meirelles (MDB) e Guilherme Boulos (Psol).

Na pesquisa encomendada pelo instituto FSB e divulgada na última segunda-feira, o candidato do Novo atingiu 4%, superando Alvaro Dias (PODE), com 3%, e pouco atrás de Fernando Haddad (PT), com 5%. 

Ao incluir Jair Bolsonaro na análise, porém, fica claro o tamanho do interesse que o candidato do PSL gera na internet - algo que explica também sua liderança em todas as pesquisas de intenção de votos que consideram Haddad como candidato do PT, excluindo Lula.  Abaixo, o gráfico dos últimos 30 dias:

com_bolsonaro_-_30_dias

O pico de interesse por Bolsonaro ocorreu no dia 31 de julho, quando o ex-capitão participou do programa Roda Viva. Nas semanas seguintes, houve queda e estabilização na quantidade de buscas, que mesmo assim continuam muito acima dos outros candidatos. 

A análise do Google Trends também revela dados demográficos relevantes a respeito do interesse gerado pelos candidatos em diferentes estados. 

As buscas por Ciro Gomes, por exemplo, atingem seu pico no Ceará, terra natal do candidato do PDT - e onde ele já foi governador. Algo parecido ocorre com Marina Silva (no Acre) e com Álvaro Dias (Paraná). 

Geraldo Alckmin é bastante buscado em São Paulo (onde acumula três mandatos como governador) e também no Piauí, enquanto o interesse por João Amoêdo se concentra no sul e sudeste do país. 

O mais surpreendente aqui é Fernando Haddad. Apesar de ser mais conhecido em São Paulo, onde foi prefeito da capital, as buscas por seu nome estão concentradas nos estados do nordeste, tradicional reduto de votos do PT e de Lula. 

Pode ser um indicativo da tão esperada transferência de votos de Lula para Haddad, um fenômeno que ainda deve mexer bastante com os rumos da corrida à presidência.  

Quer investir pagando apenas R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

 

Contato