EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / politica

Quem é Cabo Daciolo, o candidato nacionalista que quer transformar o Brasil em uma teocracia

O candidato tem um perfil fortemente nacionalista, focado em defender os interesses dos militares, além de ideias que buscam acabar com o estado laico

Cabo Daciolo
(Wikimedia)

SÃO PAULO - Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, mais conhecido como Cabo Daciolo, é candidato à presidência da República pelo Patriota. Nascido em 30 de março de 1976, ele é bombeiro militar e está em seu primeiro mandato como deputado federal pelo Rio de Janeiro. O candidato não tem alianças e contará com 8 segundo no horário eleitoral e mais uma inserção de 30 segundos a cada quatro dias na TV.

Daciolo apareceu nos noticiários em 2011, quando ajudou a liderar a greve dos bombeiros no Rio de Janeiro. Na ocasião, os grevistas ocuparam o quartel-general da corporação e ainda acamparam nas escadarias da Alerj, levando ele a ser preso por nove dias no presídio de Bangu I. O atual deputado já foi integrante do PSOL (2014–2015) e PTdoB (2016-2018) - que virou Avante no ano passado - antes de ir para o Patriota

Quando estava no PSOL, partido pelo qual foi eleito deputado com 49 mil votos, Daciolo gerou atrito no partido ao defender a libertação de doze policiais acusados de participar da tortura e morte do pedreiro Amarildo Dias de Souza.

Mas foi em 2015 que a relação estremeceu de vez, quando o diretório nacional do partido decidiu, por 53 votos a 1, expulsá-lo da sigla depois que ele propôs uma emenda constitucional para alterar o parágrafo primeiro da Constituição Brasileira de "todo poder emana do povo" para "todo poder emana de Deus", o que segundo o PSOL, fere o estado laico.

O candidato tem um perfil fortemente nacionalista, focado em defender os interesses dos militares. Além disso, suas ideias buscam acabar com o estado laico e transformar o Brasil em uma teocracia: após a proposta de mudança na Constituição que o expulsou do PSOL, Daciolo quis incluir o estudo da Bíblia como disciplina obrigatória no ensino fundamental e médio.

Eleito em 2014 para deputado federal pelo Rio de Janeiro com 49.831 votos (0,65% do total), Daciolo foi o 31º deputado mais votado. Em coletiva realizada dia 4 de agosto deste ano, quando o Patriota lançou sua candidatura, o deputado afirmou que a educação será o carro-chefe de sua campanha presidencial.

Leia também:
Ana Amélia: quem é a senadora escolhida para ser a vice de Alckmin?
Quem é Paulo Guedes, o possível ministro da Fazenda se Bolsonaro for presidente

"Nós vamos investir em educação, ciências, tecnologia, inovação, institutos federais. Isso muda uma nação, isso muda um povo. Uma das teses para você escravizar um povo é tirar a identidade desse povo. Você tira o amor à pátria, você tira o amor ao nacionalismo, ao civismo, e nós vamos trazer isso de volta", disse na ocasião.

Entre as diversas propostas de seu plano de governo, Daciolo quer: valorizar as Forças Armadas; investir 10% do PIB nas Forças Armadas; investir 10% do PIB em educação; erradicar o analfabetismo; criar carreira de Estado para médicos que atuam na rede pública; aumentar o efetivo das polícias Federal, Rodoviária Federal e Ferroviária Federal; reduzir a taxa de juros; reduzir a carga tributária; e reduzir a despesa pública.

Confira o discurso feito por Cabo Daciolo no lançamento de sua pré-candidatura à presidência, no dia 15 de março de 2018:

Glória a Deus!
Eu quero falar, neste exato momento, com a Nação brasileira.
Povo brasileiro, eu sou Cabo Daciolo, servo do Deus vivo. Sou cristão e estou falando para uma Nação que tem mais de 160 milhões de cristãos. O Brasil tem solução. Eu acredito ter um plano de nação para a colônia brasileira, e por isso, hoje, sou pré-candidato à Presidência da República. Mas preciso dizer a todos que estão nos ouvindo neste exato momento que existe uma guerra espiritual.
Eu não estou aqui para pregar religião para ninguém, até porque a única religião que é pregada na Bíblia é cuidar dos órfãos e das viúvas nas suas dificuldades e não se corromper com este mundo. O resto é o homem comercializando a palavra. Mas eu quero falar da guerra espiritual contra principados e potestades.
Existe o mundo carnal, mas existe também o mundo espiritual. Existem o mundo carnal e o mundo espiritual. A minha pergunta é: as autoridades brasileiras, a quem estão adorando? A qual deus elas estão adorando?
Deixem-me fazer aqui uma leitura da palavra de Deus. A palavra de Deus vai dizer, em Levítico, Capítulo 18, versículo 21: "Não entregue os seus filhos para serem sacrificados a Moloque. Não profane o nome do seu Deus. Eu sou o Senhor".
"Daciolo, por que você está falando disso?" Porque no Brasil desaparecem, por ano, mais de 40 mil crianças. Para onde vão essas crianças?
Nação brasileira, escute isso: homens e mulheres no País, adoradores de Satanás, sacrificam crianças. Infelizmente - está escrito, está aqui -, eles cometem esse crime nos dias de hoje, muitas vezes até mesmo contra seu próprio primogênito!
"Daciolo, vocês está falando isso com que autoridade?" Com a autoridade que há no nome do Senhor Jesus Cristo. Eu venho repreender toda a fúria de Satanás na Nação brasileira!
Querem saber um pouco mais? Brasília é a réplica de uma cidade egípcia. Brasília é a réplica de Akhetaton, uma cidade que foi construída antes de Cristo, há mais de 1.300 anos. Brasília tem o Lago Paranoá, um lago artificial. Essa cidade de que estou falando, Akhetaton, também teve o primeiro lago a ser construído no mundo. Essa cidade foi construída em 4 anos; o construtor dela morreu 16 anos depois de sua construção. Brasília foi construída em 4 anos; depois de 16 anos, Juscelino Kubitschek morreu.
"Daciolo, que loucura você está dizendo?" Olha, não tente entender, apenas tente viver! O certo não é fixar os olhos no que você está vendo, e sim naquilo que você não vê, pois aquilo que você vê é transitório, mas aquilo que não vê é eterno.
Falo aqui, com autoridade, em nome do Senhor Jesus. Satanás, tu perdeste esta batalha! Saia do Congresso Nacional e saia da Nação brasileira, em nome do Senhor Jesus Cristo!
Quero dizer a todos que feliz é a nação cujo Deus é o Senhor!
Juntos somos fortes! Nem um passo daremos para trás, e Deus está no controle.
Obrigado, Presidente.
Glória a Deus!

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Contato