Em mercados / politica

Deputado manifesta apoio a general Mourão e pede que militares fechem o Congresso

"A pior ditadura que nós podemos enfrentar é a que nós estamos enfrentando hoje, que é a da falsa democracia", tenta argumentar Cabo Daciolo

SÃO PAULO - Em meio às polêmicas declarações do general Antonio Hamilton Mourão, secretário de Economia e Finanças do Exército, pedindo uma intervenção militar caso o Judiciário não resolva o problema da corrupção, uma voz no Congresso veio em defesa de tal posicionamento. Foi o deputado federal Cabo Daciolo (PTdoB-RJ), que divulgou um vídeo em sua página no Facebook endossando a intervenção das Forças Armadas e o fechamento do Congresso Nacional.

"Quando eu falo de intervenção militar, que algumas vezes citei aqui dentro do Congresso Nacional, para... 'fechem o Congresso Nacional'... não estou falando de ditadura militar", diz o parlamentar no vídeo de 4 minutos e 4 segundos de duração. “A pior ditadura que nós podemos enfrentar é a que nós estamos enfrentando hoje, que é a da falsa democracia", complementa.

Além da mensagem por meio eletrônico, o deputado também usou da tribuna do plenário na última quarta-feira para reforçar sua posição e apoiar o militar criticado pelas declarações. Vaiado, ele criticou a reforma política em discussão na casa legislativa, atacou a Rede Globo e pregou a intervenção militar. Membro da bancada evangélica, Cabo Daciolo elegeu-se em 2014 pelo PSOL e foi expulso da legenda.

Confira o vídeo na íntegra:

 

Contato