Sinalizações em teleconferência

PetroRio (PRIO3) segue em negociação com Petrobras (PETR4) por campo de Albacora, discutindo valores

A empresa não deu previsão de conclusão das negociações, conforme destacou em teleconferência após a divulgação dos resultados

Por  Augusto Diniz -

Em teleconferência de resultados do primeiro trimestre de 2022 (1T22), a PetroRio (PRIO3) comentou sobre o possível novo grande catalisador para as ações da companhia: as negociações para a compra do campo de Albacora (ou  Albacora Oeste), da Petrobras (PETR3;PETR4).

A empresa continua as negociações exclusivas com a estatal para aquisição do campo, destacou Roberto Monteiro, CEO da PetroRio.

“A gente vai continuar com a diligência que a gente tem. Estamos trabalhando firme para chegar lá. Se a gente não conseguir chegar, tem espaço para outras transações”, disse.

“Mas a gente continua olhando o que vier a mercado. Sem dúvida é a transação mais latente no mercado (Albacora Oeste). Já foi feita toda análise, está em fase negocial de contrato. A ideia não é parar”, complementou, acrescentando que a empresa, por outro lado, foca em novas oportunidades de fusões e aquisições.

Para Monteiro, há “pouquíssimos pontos abertos no contrato (de Albacora Oeste), se é que tem aberto, 99,9% está fechado”.

Segundo o executivo, o que está se discutindo é o valor: “É uma conversa unidimensional com a Petrobras”. “O reservatório de Albacora Oeste é maior do que nós imaginávamos, é maior do que a Petrobras imaginava. Isso demandou revisão da nossa proposta e é isso que temos trabalhado”, comentou.

A empresa não deu previsão de conclusão das negociações.

A PetroRio também trabalha na aprovação do plano do desenvolvimento do Campo de Wahoo e no cumprimento das condições precedentes para assumir a operação de Albacora Leste, campo que teve negociação concluída com a Petrobras  há poucos dias.

Números positivos 

Em uma sessão de forte queda para o Ibovespa, as ações PRIO3 fecharam em baixa de 2,85% a R$ 26,65, ainda que seus números do 1T22 tenham sido vistos como positivos.

O UBS destacou que os dados apresentados foram “melhores que o esperado”, com alta dos preços levando a maiores receitas, refletidas em todos os outros números.

O aumento da produção e a estabilidade das operações da empresa, com redução de paradas, além da conclusão dos projetos de gestão de custos, levaram a uma redução ainda maior do custo de levantamento, contribuindo também para o desempenho.

“O relatório de certificação atualizado indicou uma diminuição nas reservas atuais de ativos operacionais, mas não vemos isso como um problema devido à recente adição de Albacora Leste”, ressalva. O UBS recomenda a compra da ação, com preço-alvo de R$ 42.

Na teleconferência, a PetroRio destacou alguns fatores importantes que impactaram no bom desempenho financeiro da  PetroRio. O aumento da receita é reflexo do aumento nas vendas e crescimento do preço do Brent, que atingiu um pico de US$ 127,28 por barril em março, no seu maior patamar dos últimos sete anos, informou a empresa.

“Vimos preços de petróleo subindo expressivamente, com o Brent chegando perto do seu pico dos últimos 10 anos. Assim, em conjunto com a estratégia de busca constante por um lifting cost reduzido, e manutenção de uma performance alta operacional, conseguimos atingir diversos recordes, dentre eles, receita por barril, margem de contribuição e Ebitda”, disse Monteiro.

Segundo o Itaú BBA, a PetroRio vem cumprindo consistentemente sua estratégia e os resultados estão em linha com as expectativas do mercado. No futuro, a expectativa é que o mercado se concentre em: estratégia de crescimento inorgânico da empresa (principalmente campo de Albacora); a campanha de perfuração no campo de Frade este ano; e fluxo de notícias sobre o desenvolvimento dos campos de Wahoo e Albacora Leste.

A visão positiva do Itaú BBA para a PetroRio é baseada em seu forte histórico de alocação de capital e sua estratégia de redução de custos, melhor governança corporativa e ambiente positivo para expansão inorgânica.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe