Petrobras (PETR4) nega intenção de retornar ao segmento de distribuição, Grazziotin (CGRA4) pagará JCP em agosto e mais notícias

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta sexta-feira (28)

Felipe Moreira

Sede da Petrobras (foto: Getty Images)

Publicidade

O radar corporativo desta sexta-feira (28) traz a Petrobras (PETR4) disse, em resposta a questionamento da CVM, que não há qualquer decisão da diretoria executiva ou do conselho de administração sobre retornar ao mercado de distribuição de combustíveis.

A Embraer (EMBR3) elevou sua oferta para adquirir à vista títulos de dívida em circulação, com vencimentos entre 2025 e 2028, de US$ 500 milhões para até US$ 750 milhões.

A Grazziotin (CGRA4) pagará R$ 12,3 milhões em juros sobre capital próprio (JCP) no dia 12 de agosto de 2023.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A Vale (VALE3) anunciou venda de 13% do negócio de metais básicos por US$ 3,4 bilhões. A mineradora também teve lucro líquido de US$ 892 milhões no segundo trimestre, queda anual de 78% e anunciou JCP de R$ 8,27 bilhões. 

Já a Hypera (HYPE3) teve alta de 10,7% no lucro no segundo trimestre, a R$ 504,4 milhões

A Intelbras (INTB3) registrou alta de 22% no lucro no 2º tri, a R$ 118 mi; empresa aprova R$ 54,2 mi em dividendos

Continua depois da publicidade

A Multiplan (MULT3) lucrou R$ 247,2 milhões no segundo trimestre de 2023, alta anual de 43,3%.

Usiminas (USIM5) divulga seus números antes da abertura do mercado.

Ainda em destaque, o conselho de administração da Petrobras deve se reunir nesta sexta para discutir sua nova política de dividendos e um potencial programa de recompra de ações, de acordo com informações da Reuters e Valor.

Confira mais destaques:

Petrobras (PETR4)

A Petrobras disse, em resposta a questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que não há qualquer decisão da diretoria executiva ou do conselho de administração sobre retornar ao mercado de distribuição de combustíveis.

A petrolífera reitera que decisões sobre investimentos e desinvestimentos são pautadas em análises criteriosas e estudos.

O comunicado vem após notícia veiculada na quarta-feira (26), informando que, apesar de descartar que esteja analisando uma eventual compra da Vibra ([ativo=VBRR3])) no momento, a estatal não desistiria de voltar ao mercado de distribuição de combustíveis.

O conselho de administração da estatal também deve se reunir nesta sexta para discutir sua nova política de dividendos e um potencial programa de recompra de ações, de acordo com informações da Reuters e Valor.

Executivos da empresa disseram na semana passada que uma proposta de nova política de dividendos estava sendo discutida por um grupo de trabalho e que deveria ser apresentada para avaliação do colegiado até o fim deste mês.

Embraer (EMBR3)

A Embraer (EMBR3) elevou sua oferta para adquirir à vista títulos de dívida em circulação, com vencimentos entre 2025 e 2028, de US$ 500 milhões para até US$ 750 milhões, conforme comunicado publicado nesta de quinta-feira (27).

A companhia afirmou que para cada US$ 1.000 de valor do principal de cada título se oferece a pagar em dinheiro entre US$ 956,25 (vencimento 2027 a 5,4%) e US$ 985 (vencimento 2028 a 6,95%), com pagamentos antecipados de US$ 30 em cada caso, segundo o documento da oferta.

Grazziotin (CGRA4)

A Grazziotin definiu a data de pagamento dos juros sobre capital próprio (JCP) relativo ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2022, conforme aprovado na Assembleia Geral Ordinária da companhia realizada em 26 de abril de 2023. Os juros sobre o capital próprio se referem ao evento declarado em RCA do dia 15 de dezembro de 2022, no valor bruto de R$ 12,3 milhões.

Para cada ação, ordinária e preferencial, o valor bruto a ser creditado será de R$ 0,635244.

O evento teve a data “ex” direito ao JSCP em 22 de dezembro. O pagamento será realizado em 12 de agosto de 2023.

Vale (VALE3)

A Vale (VALE3) lucrou US$ 892 milhões de forma líquida no segundo trimestre de 2023, número bem aquém do consenso da Refinitiv, que projetava número de US$ 2,15 bilhões. O número representa uma queda de 78,2% em relação a igual período de 2022.

Na linha de cima, a mineradora teve uma receita líquida de US$ 9,67 bilhões, queda anual de 13% e ante projeção de US$ 9,98 bilhões do mercado. Quanto ao Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) ajustado das operações continuadas, espécie de lucro operacional, o resultado foi de US$ 3,874 bilhões, ante consenso de US$ 4,264 bilhões.

O Conselho de Administração ainda aprovou a distribuição de juros sobre o capital próprio (“JCP”) no valor total bruto de cerca de R$ 8,2765 bilhões, correspondente ao valor total de R$ 1,917008992 por ação.

A companhia ainda informou ter assinado acordo vinculante com a Manara Minerals e a gestora americana Engine No. 1 para vender uma fatia de 13% de sua unidade de metais básicos (VBM) pelo valor de US$ 3,4 bilhões.

O montante total será pago à vista na conclusão da transação, sujeita aos ajustes usuais. A Manara Minerals deterá 10% da unidade de metais básicos da Vale, enquanto a Engine No. 1 ficará com uma participação de 3%, informou a mineradora.

Hypera (HYPE3)

A Hypera (HYPE3) reportou lucro líquido das operações continuadas de R$ 504,4 milhões no segundo trimestre de 2023 (2T23), montante 10,7% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2022.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) das operações continuadas totalizou R$ 790,7 milhões no 2T23, um crescimento de 15,7% em relação ao 1T22.

Multiplan (MULT3)

A Multiplan (MULT3) registrou aumento de 43,3% no lucro líquido no segundo trimestre de 2023 em relação a igual período do ano passado, saindo de R$ 172,6 milhões para R$ 247,2 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 384,7 milhões, alta anual de 29,6%. Isso levou a uma elevação da margem Ebitda ajustada de 9,7 p.p. (pontos percentuais), para 49,2%.

Intelbras

A Intelbras (INTB3) registrou lucro líquido de R$ 118 milhões no segundo trimestre de 2023 (2T23), montante 22% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2022.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado totalizou R$ 137,7 milhões no 2T23, um crescimento de 15,8% em relação ao 2T22.

O Conselho de Administração da Intelbras aprovou a distribuição de dividendos intercalares no valor total de R$ 54,2 milhões, correspondente ao valor de R$ 0,165552439 por ação.

O pagamento aos acionistas será feito a partir do dia 15 de agosto de 2023, sem nenhuma remuneração a título de atualização monetária.